Publicado em Deixe um comentário

Podia eu saber que isto ia acontecer

Podia eu saber,

Que isto ia acontecer.

Foi um sorriso teu,

O que foi que me deu?

Sonhava voltar a sorrir

E voltar a sentir.

Mas como poderia saber

O que iria viver?

fffff

Tanto tempo esperei,

Chegou e desatinei!

Algo tão grande em mim,

Como fiquei assim?

fffff

De um sono imenso acordei

Quão profundo nem sei!

Tu despertaste em mim

Um amor sem fim!

Como poderia saber que ia ser assim?

Bastava que dissesses sim!

A ânsia de te ter

Deitou tudo a perder!

Descontrolada em mim

Seria este o fim?

fffff

Queria saber como te cativar

Pôr-me no teu lugar

Amava poder ser para ti

O que tu és para mim!

fffff

Resta-me agradecer

Mas não esquecer.

Só por lembrar de ti

Meu coração sorri!

fffff

Foi aí que eu percebi

Tão bom o que vivi

Teu amor estimulou assim

A melhor versão de mim!

 
 

Podia eu saber

Algo tão grande em mim

Como fiquei assim?

Amava poder ser para ti

O que tu és para mim!

Como poderia saber que ia ser assim?

Bastava que dissesses sim!

Publicado em 1 comentário

Momentos a escrever

Escrever

Existem momentos e ouve um tempo que eu não sabia o que escrever, mas doa a quem doer o meu povo, as minhas histórias eu não posso esquecer.
Escrever é momentâneo, grafar dá ânimo e sinto um alívio a cada espanto. Vou ser sincera convosco e vou dizer-vos que não é o meu encanto, mas é quando o stress eu não quero tanto, eu quero a minha vida benéfica e com recanto.
Redigir é diário, escrever é noticiário é descrever a nossa vida e nossos sentidos momentâneos. Não passo a vida a me dirigir, mas passo a vida a imaginar e a tratar o que quero descrever. Estes dias foi para esquecer realmente o que me faz feliz, mas voltei sem nada a perder. Voltei para fazer das palavras, frases que todos adoram conhecer.
Voltei porque quero relembrar a memória, voltei para relembrar os meus amigos e aproxima-los do que eu sempre acreditei e falei no “sentimentos &Emoções.
Ainda não sou nenhuma escritora mas quando escrevo, sinto um alívio, a minha dor desaparece, a coragem volta e acabo com a derrota. Ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, as minhas ideias, as minhas fantasias.

“Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. A música embala, as artes visuais animam, as artes vivas (como a dança e a arte de representar) entretêm. A primeira, porém, afasta-se da vida por fazer dela um sono; as segundas, contudo, não se afastam da vida – umas porque usam de fórmulas visíveis e portanto vitais, outras porque vivem da mesma vida humana”.

Fernando Pessoa

 

Sinta-se nas nuvens e escreva algo que te vem á alma, algo que te escanta e algo que dê valor, imaginação e criação

Sinta-se realmente feliz!
252b07b5f1cb4864590f2baa4e317fb4

Publicado em 3 comentários

Sempre como dois adolescentes

Adolescentes

Desde que te vi pela primeira vez achei que era para sempre, adolescentes, mas agora der-repente observo que nada é para sempre. Quando eu te vi pela primeira vez, não pensei imediatamente “vou amar este rapaz para todo o sempre”, mas agora que tudo passa e existe cada vez mais gente será que gosto de ti sempre?

Foi o fato de te ouvir, o fato de seres diferente que meia doente fiz-me ao presente. Não perdi tempo contigo e foi ardente .  Os teus movimentos, os teus lábios pareciam uma dança que eu já tinha aprendido antes e me tinha esquecido consequentemente.

Ao fim de alguns dias ou umas horas, tudo em ti me era familiar e era como se já te conhecesse desde sempre. E a apatia deu lugar ao entusiasmo. Lembro -me de ter olhado para as tuas mãos e ter achado que eras um homem mais quente. Aquele que me levava para lugares que só se via com sol poente.

Queria que esses dias não acabassem nunca . Que o sol decidisse tirar férias e as palavras nunca se esgotassem com o cansaço e o sono. Que nada nem ninguém estragasse o meu tesouro. Mas nada é como digo ou ouro, nada é como aquele dia que podias mudar a minha vida e declarar que  apesar de ter tentado não pensar que te podia amar para toda uma vida merecida, e por mais que eu tenha movido montanhas, silenciado tambores e desviado marés… a verdade é que não consigo evitar apaixonar-me por ti para sempre como sempre fomos dois adolescentes.

Publicado em 2 comentários

Limito-me a ser quem sou!

Quem Sou !

Hoje 3 da manhã, estou sem sono. Limito-me a ver o óbvio da pessoa que se tornou e a ver a diferença de a pessoa que me ama ou já me amou. Quem sou eu?

Tudo muda a vida mudou, eu mudei, e infelizmente tenho sempre alguém que não quer aceitar quem sou. Se sou fria é porque me fizeram assim, se sou doce não sou o suficiente para agradar a ninguém. Tudo parece que nada se desdém, nada se contém só ficam as lembranças e o além do que se tem.

Apaixonaste-te pela pessoa que eu sou, como és capaz de agora criticares quem eu era ou como sou, sempre fui a mesma a errar, a dar a valorizar quem realmente me amou, mas dói saber que para ti já não sou quem sou, que para ti sou mais uma pessoa que não sabe o que quer, como quer e onde quer chegar. Já paraste para pensar que não vale a pena criticar? Se queres ficar, fica, mas se não queres ficar, quem sou eu para te empurrar, para os mesmos caminhos que eu vou, quem sou eu para te levar para esse lugar que tu próprio darás a entender que tas farto de lá estar.

Pois é, se calhar é esse o mal estar cansado de tudo e acabar por sempre resmungar, ou mesmo resmungar por algo que sinceramente só faz pensar que tu já não és quem quer ficar.
Amigo tenho de dormir e não consigo, porque tu realmente metes-me em perigo é triste e eu não consigo dizer -te na cara tudo o que sinto. Se és tu que das a entender que não queres mais ficar, tu lá sabes onde queres mesmo chegar, mas eu continuo e podes ter certeza só mas a seguir o meu caminho como sempre o fiz.
Nesta madrugada eu só penso onde fica a estrada para eu ser realmente feliz.
Se eu te amo não vou ser eu que vou estragar a nossa raiz, pensa meu caro se eu sou aquela que sempre te remete a difícil como sempre o diz.
Se amas realmente não me peças perdidamente para te mostrar o meu perdão. Demonstrarei-te um dia quem realmente sou.

Publicado em Deixe um comentário

Não quero o mundo contigo quero a felicidade

Não quero o mundo contigo, quero a felicidade. Mostra-me realmente o que é a felicidade porque não faço realmente a mínima ideia do que seja, só quero encontrar o outro lado do mundo em ti e o que realmente não veja.

Quero que segures na minha mão e que me dês toda a tua atenção, quero viver a vida a cada momento a cada segundo sem nunca dizeres que não, quero viver o que não interessa e pedir sempre a tua opinião, como quero vivê-la contigo sempre todos os dias, dividir cada coisa boa ou má que me acontecer e viver todos os momentos como precisar de ser.
Não te quero só uma vez, nem poucas vezes ou mesmo por uma hora, quero-te vezes sem conta, sem contar, todas as horas e todos os dias da nossa vida. Promete-me a felicidade, não o mundo, porque é nela que está a nossa igualdade.
Entende que tudo é novo para mim. Nunca precisei tanto de alguém como preciso de ti , nunca desejei a ti como desejo a mim e nunca fui tão eu como sou eu e tu. Sinto-me confusa uma autêntica criança, frágil, com medo de te perder e cega durante a luz de um sentimento que não sei se irás esquecer.
Diz-me que é fácil viver, e que iremos passar os dias a conversar, sem nunca perder o verbo “amar”. Diz-me que pensas tanto em mim como no teu respirar, e que é comigo que queres ficar.
Não me prometas o mundo porque isso eu não posso acreditar, usa o teu coração para falar de amor comigo e lembra-te o quanto tu tentas-te relembrar o teu amor antigo. Não te peço mais em troca do que a felicidade, por favor demonstra-me o teu mundo e a tua sinceridade. Só quero a tua atenção nada mais, e que me deixes de ser quem eu sou no teu coração. Não é que eu precise de alguém para arriscar, mas preciso de alguém para me demonstrar e no fundo amar até um dia num sono embalar.
Sonhar é bom e eu tenho um sonho, e esse sonho é estar sempre junto a ti. Como posso ser feliz quando só pensas mais em ti? Não quero o mundo contigo, só quero a tua felicidade, vivê-la a cada instante, e ser muito mais que a tua amante.
E tu, já paraste para pensar? Não tenho mais palavras a declarar, a vida é tão mais bonita quando existe alguém para amar. Faz-me feliz como sempre fui e verás que não terei muito mais para reclamar.

“Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho”.

Mahatma Gandhi