Mulher… Sábia

woman wearing white top

De certa forma posso considerar a mulher o ser humano da beleza e da maternidade, no esplendor máximo que qualquer ser humano pode alcançar, até mesmo como uma certa musa cuja voluptuosidade não alcança limites perante o olhar da Humanidade, personagem de cantos épicos que remontam desde que o Homem é Homem. Mesmo que sejam o complemento do homem, as mulheres em Portugal e um pouco por todo o mundo, ocupam um lugar normalmente de inferior importância face a uma sociedade masculinizada e muitas vezes machista, o que se pode ver por uma desigualdade de oportunidades e salários um pouco por todo o nosso país (até pode-se ir ao extremo que o facto de ser mulher ou vir a ser mãe pode ser um factor negativo e contra a vida das mulheres). Portanto como se sabe é normal que seja necessário uma sociedade mais igualitária face ao que se passa nas oportunidades de cada um e no que é correcto ou não para ambos os sexos. Cabe à sociedade melhorar a cada dia que passa a igualdade entre o Homens e as Mulheres, pois somos todos iguais e não passamos uns sem os outros.

Todos devemos lutar por uma sociedade sem discriminação de género pois o que importa é o valor profissional e humano das pessoas, tal como a igualdade de todos em prol de uma sociedade melhor e mais justa não ideias pré-concebidas que derivam de outras épocas com vários séculos, onde a mulher era vista como algo para ter filhos, satisfazer todas as necessidades de um homem e como devendo quase obediência e resignação face ao marido, quando na verdade as mulheres eram as mães dos homens e cuidadoras do lar, dos filhos (tarefa difícil, laboriosa e muitas vezes sem fim à vista) e por vezes dos seus pais ou dos pais do marido.

O Amor Wabi Sabi - www.wook.pt

Comentários no Facebook