Publicado em Deixe um comentário

O que realmente é o sentimento ?

O Sentimento

No início  começa com a  paixão,  a ternura, o carinho vem o “amor que arde sem se ver”  vem a chamada a união muitas vezes chega a ser o vício.

Depois, a meio vem finalmente o amor e a amizade, criam-se laços entre os dois, corações que parecem não ter um fim.  Dasse a entender  que a pessoa escolhida é a sua alma gêmea pelo qual é dificil nem sequer não imaginar sem ela.

Passamos os dias a implorar  para tudo não mudar.

Mas como tudo não são rosas, nem amores perfeitos, começamos a ver que encontramos um buraco sem saída.

Mentiras, traições começam a aparecer. Tudo que passamos torna-se uma rotina, e tudo menos alegria.

Começamos a entender por vezes que não existe mais a vontade de estar a novidade a aparecer . Existe quem realmente já deu por tudo neste mesmo amor.

Não podemos deixar ir, ele é a nossa desgraça, temos de elaborar mais, fazer mais por ele, dar sempre mais  saber louvar, acreditar , como criar novas circunstâncias  para ele dar certo.

Amor é luta, sentimento é a cura, onde ele existe o sentir é vivido, mas onde ele não existe, ele desapareceu, se calhar nunca existiu.

Não podemos chamar isto de amor.

No fim vem para esse momento vem a exaustão,  o medo, a culpa e finalmente ou não  vem o perdão juntamente  com as mentiras e as desilusões … por vezes chega até a uma razão e acaba tudo na nada mais na separação.

Mas  será  que existe as várias  fases do sentimento?

Temos de saber supera-las ele pois se não superarmos-las é hora de desistir de todos.

Andamos a sofrer sem necessidade nenhuma , não existe mais  aventura, só o amor que não chega.

Se não  houver sentimento e se este não existir não vale a pena dizer palavras só para voltar a rir para podermos a acreditar e perder o nosso tempo.

Já nada é como antes e é difícil  voltar atrás , mas se nós fizermos com que ele volte, viveremos sempre como se fosse a primeira ou talvez a última vez.

O sentimento é o ato ou efeito de sentir, mas se não sentirmos mais nada, esse amor também não, a sensação e o desejo desaparecerão e vem a lágrima a exaustão, a lástima misericórdia e a pena de nós mesmos.

Como podemos combater isso? amando as coisas importantes para nós criando mensagens boas e alegres ouvir novos concelhos e perceber que essa pessoa não era para nós.

Este texto é dedicado aqueles que sofrem por amor e que um dia descobriram um sentimento .

A palavra sentimentos e o significado dela está aqui : https://www.significados.com.br/sentimento/

Fale um pouco de si !!!

Publicado em Deixe um comentário

Podia eu saber que isto ia acontecer

Podia eu saber,

Que isto ia acontecer.

Foi um sorriso teu,

O que foi que me deu?

Sonhava voltar a sorrir

E voltar a sentir.

Mas como poderia saber

O que iria viver?

fffff

Tanto tempo esperei,

Chegou e desatinei!

Algo tão grande em mim,

Como fiquei assim?

fffff

De um sono imenso acordei

Quão profundo nem sei!

Tu despertaste em mim

Um amor sem fim!

Como poderia saber que ia ser assim?

Bastava que dissesses sim!

A ânsia de te ter

Deitou tudo a perder!

Descontrolada em mim

Seria este o fim?

fffff

Queria saber como te cativar

Pôr-me no teu lugar

Amava poder ser para ti

O que tu és para mim!

fffff

Resta-me agradecer

Mas não esquecer.

Só por lembrar de ti

Meu coração sorri!

fffff

Foi aí que eu percebi

Tão bom o que vivi

Teu amor estimulou assim

A melhor versão de mim!

 
 

Podia eu saber

Algo tão grande em mim

Como fiquei assim?

Amava poder ser para ti

O que tu és para mim!

Como poderia saber que ia ser assim?

Bastava que dissesses sim!

Publicado em Deixe um comentário

A revolta – o que posso eu fazer?

Hoje vou partilhar convosco um grito de revolta, em memória dos incêndios que assombraram Portugal em 2017, e a Grécia em 2018, assim como muitos outros incêndios por todo o mundo! Quem partilha desta minha revolta?

 

O que se está a passar neste planeta TERRA?

Planeta este que é tão meu, como teu, e de todos nós, plantas e animais, seres vivos e inanimados

Quanta desgraça nos assombra,

Quanta tristeza nos invade,

Quanta revolta nos atormenta,

Quanto amor nos falta!

 

E esta impotência de nada poder fazer,

Ver o mundo a enlouquecer,

E ficar sentado a assistir,

Tudo aquilo que nos rodeia a denegrir.

 

Não posso mudar o mundo! Não posso mudar o ser humano!

E quem pode, quem tem alguma influência, nada faz!

Viver meses e meses a assistir a todos os incêndios

Pessoas morreram, florestas desapareceram, casas arderam

Ligo a televisão e só vejo desgraça no mundo!

 

Quando é que o dinheiro vai deixar de ser o centro de tudo?

As pessoas são capazes de tudo pelo doce sabor do dinheiro!

Já chega!

O dinheiro não foi feito para ser amado!

 

O que falta neste planeta é amor!

E pessoas capazes de amar.

Gente que saiba respeitar a liberdade dos outros

Gente que faça a diferença pela positiva

Gente desprendida de ganância e preconceito

 

Tanta maldade no mundo! Tanta desgraça!

Quando e onde vai isto acabar?

O que irá acontecer ao nosso refúgio, o planeta terra?

Fomos tão afortunados com esta dádiva que é a VIDA

A beleza e a perfeição da natureza.

 

Porque teimamos em destruir o nosso LAR?

Porque não aprendemos com os erros do passado???

 

“Aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo”- George Santayana

Publicado em Deixe um comentário

Será que o amor existe mesmo?

Amor

Mais um ano que passou e a tua ausência contínua persistente e impiedosa em mim, estando diariamente presente como se a nossa história tivesse acabado há bem pouco tempo.

As lembranças dos nossos momentos e o teu belo rosto insistem em me aparecer a todo o instante, fazendo com que uma sensação encantadora de paz recaia sobre mim, e que se apazigua com aquela paz que só tu és capaz de trazer.

É impressionante a forma utilizada pela minha alma para se lembrar da tua. O meu pensamento associa a tua imagem a tudo o que existe de mais belo, puro e verdadeiro no coração das pessoas.

Nos gestos de caridade, nos exemplos de gratidão, nas demonstrações de fidelidade entre amigos, na esperança de alguém que luta por algum ideal, no sorriso verdadeiro de uma criança, em cada sonho realizado por alguém.

É claro que a lembrança da tua imagem me aparece fortemente em momentos que nem sempre presencio, mas que tenho a certeza que ocorrem entre duas pessoas apaixonadas e que envolve o nobre sentimento chamado AMOR.

Em cada demonstração de carinho entre pessoas que se amam, em cada beijo trocado, no silêncio de dois olhares, em cada verso escrito com intensidade, nos exemplos de pessoas apaixonadas depois de tantos anos juntos, em cada momento de paz experienciados por nós e em cada momento em que nos sentimos felizes e realizados.

É por isto tudo que é impossível não me lembrar de ti! És a única pessoa capaz de me trazer a sensação das coisas mais bonitas que estão no coração do ser humano.

Todos estes sentimentos que um dia existiram entre nós e que ocorreram de uma forma tão profunda e autêntica, e que infindavelmente farei questão de apreciar, pelo facto que todo o AMOR que houve entre nós foi vivido de forma plena.

Tu és o maior exemplo de que o AMOR existe, e de que ele é um sentimento extremamente poderoso! O maior de todos! Pois é ele que nos salva e é por ele que a vale a pena viver!

Publicado em Deixe um comentário

Arrependimento tardio

“Eu amava-te, mas fui tão burro e estúpido e tinha vergonha de o admitir. Preferi os meus amigos porque eles não gostavam de ti. Desculpa! Eu sei que é tarde mas espero que algum dia me consigas perdoar. Amo-te!”

Arrependimento

Quando ele deu por ela do que tinha perdido já era tarde! Aconteceu-me exactamente há dez anos o que me está acontecer agora. Será que foi algo que não aprendi da primeira vez? Sinceramente não acredito. Apenas encontrei outra pessoa, que pelos vistos tem de ter a aprovação da sociedade para ter uma pessoa ao seu lado. Não sei o que poderei chamar a isso! Será que os outros vão achar mais importante do que uma “suposta paixão”?

Eu por outro lado, acho que primeiro temos de estar bem com o nosso parceiro e só depois entra na sociedade.

A primeira pessoa conseguiu corrigiu o seu erro. Refez a sua vida com outra pessoa e não voltou a fazer o mesmo. Era um adolescente, na altura dos factos, e sinceramente tinha desculpa porque ainda era um garoto e tinha muito que aprender sobre a vida.

Já a segunda pessoa é um homem adulto que não sabe o que é uma relação afectiva. Talvez não tenha ouvido as pessoas com mais experiência. Já lá diz o ditado “quem fala menos e ouve mais aprende melhor”.

Um homem adulto já mais descartaria uma coisa tão difícil de achar só porque começou a conhecer os defeitos da outra pessoa. Quem realmente ama, por mais que se afaste durante um tempo para pensar e colocar as ideias no lugar, volta.

Só que essa volta poderá acontecer tarde demais como na primeira situação. As pessoas só dão valor quando perdem e no caso dos homens apercebem-se, na maioria das vezes, já bastante tarde. Só espero que para ti não seja tarde demais!

Publicado em 2 comentários

Os textos bonitos

Que se extinga a poesia sem sentido, que se apaguem os textos bonitos e subjectivos. Eu prefiro escrever um texto feio e objectivo e que exprima o que me vai na alma do que um texto com muitas palavras sem o mínimo de conteúdo. Mais vale um texto com poucas frases mas de qualidade.

Seguir em frente

Quanto a ti, só te tenho a agradecer, o sofrimento, o desprezo, a falta do merecido valor e o ódio que tens por mim.

Neste momento, por ti apenas sinto mágoa e raiva. A idealização que tinha de ti desapareceu no dia em que descobri o que fizeste.

Agradeço-te pela tristeza que me causaste, fazendo-me chorar todos os dias e matando-me por dentro, deixando-me no fundo de um poço que parece não ter fim. Agradeço-te os danos causados na minha alma.

Agradeço ainda a desilusão e a forma como me tirares os sonhos, pondo-me assim na dura realidade.

O primeiro amor nunca se esquece e a sua consequente desilusão também não. Por esse motivo custa-me falar de ti.

Apesar de tudo, contigo aprendi muitas coisas. Sim, também houveram coisas boas. Pena que as más tenham prevalecido. Talvez pelas nossas diferenças ou pela falta de respeito por elas. Não da minha parte, mas sim da tua.

Com certeza irei encontrar muitas outras pessoas pela frente mas tu marcaste-me para sempre. Fazes parte da minha história de vida. Digo isso porque é o que sinto, é o que penso. É o que escrevo.

No entanto, a vida segue adiante e não vale a pena continuar a olhar para um passado que não terá futuro.

Independentemente dos momentos vividos entre nós a vida continua e esses não passam disso mesmo. De meras recordações ninguém vive delas, portanto há-que seguir em frente. Esta é uma exigência fundamental que deveremos cumprir! Deixar o passado para trás e seguir em frente!

 

 

Publicado em 6 comentários

Por um amor doce

Amor doce

Meu amor doce, sem dúvida o melhor presente que podes dar é o teu. Estaras presente neste amor que me aguente?

Pois não sou fácil de aturar, digo haverá amor mais doce que este que ter alguém para aturar?

Este é o meu amor que eu jamais quero deixar.

Eu quero estar nos teus braços, segurar na tua mão, sentir a tua respiração, ouvir cada vez mais o teu coração. Quero simplesmente estar contigo,  meu doce amor, meu presente, meu grande e único amor.

O segredo nosso e de qualquer um é ser verdadeiramente feliz e eu quero concretizar isso contigo. O segredo, é que o presente és tu e com isto eu tenho a minha própria individualidade.

Quero ser independente contigo, construir o  futuro no caminho, ser a liberdade nos teus pensamentos e sentimentos  quero a fidelidade.  Acredito que ninguém baterá mais forte do que eu por ti.

Não importa os obstáculos que poderão abrir-se no nosso destino, quero suportar isso tudo contigo, tudo e todos e principalmente quero um amor doce que encontre o nosso amor perdido.

Quando você prestar mais atenção ao que digo, não seremos só nós dois mas seremos de uma vez por todas mais um e felizes.

Caso não der certo, não faz mal erramos de novo até aprender a lição. Se errarmos de novo, talvez um dia ficaremos juntos para sempre.

Não quero pensar no tempo que passou que ficamos juntos, quero ficar neste momento eternamente!

Quero sentir o já e o agora a minha felicidade e esta necessita de ti para ser verdadeiramente feliz e completa.

A cada dia que passamos juntos só quero ver o nosso amor cescer, forte é o meu coração que nunca desistiu de nós.

Nossos dias por vezes são rotineiros passa muita coisa na nossa cabeça, mas eu nutro a cada dia pelo o que ė nosso pelo nosso amor.  Seja ele doce, mais açucarado, adoçicado, eu preciso de alguém para falar, muito mais que um namorado, um amigo com quem eu posso é quero estar.

Que seja carinhoso afável com todo o nosso amor,  és tudo o que sempre quis mais que namorado eu acho e porquê?  Porque quando algo está a doer és tu que me dás a mão, quando o mundo vira as costas és tu que o vens sossegar.

Somos como corpo e alma num só. Sem duvida alguma ou nenhuma, a minha primeira vista ės tu porque todos os dias que chego perto de ti és a pessoa que vejo em primeiro lugar.

Simplesmente é amor que te tenho a dar são palavras de amor que te tenho vindo  a mostrar e o que eu preciso neste preciso momento  é de estar contigo, ė expressar todo o meu amor por ti e ė desejar que um dia todo esse amor seja eterno.

Foi bom, foi doce enquanto durou, tão bonito e completo que nós nem postamos, nem fotografamos esses momentos só vivemos como qualquer casal sabe viver.

 

 

Publicado em 7 comentários

Vontade de amar quem me ama

não sei amar

Que vontade de amar!

Aconteceu outra vez!

De uma forma tão inesperada

Agora não consigo dormir

Como é possível que me deixes deste jeito?

 

Os nossos destinos cruzaram-se inesperadamente nessa noite.

Dois meses se tinham passado desde aquela fantástica tarde que mudou a minha vida para sempre! Desde então, pensava em ti todos os dias, tentando entender o que se havia passado.

Terias sentido o mesmo?

Como poderia saber se nunca mais falamos?

Recordei vezes sem conta os momentos que passamos juntos. Tentei perceber se alguma vez me tinhas dado um sinal de que poderias ter algum interesse em mim.

Por incrível que pareça, recordei vários momentos e palavras que trocamos, fiquei ainda mais confusa!

Como não reparei nisto antes?

Algo me diz que gostas de estar comigo! Mas então porque desapareceste?

O que significaria isto afinal?

Durante estes meses convenci-me de que estava errada e tentei esquecer-te.

Mas eis que o destino nos juntou novamente. Nessa noite acenei-te e sorri, tentando ignorar todo e qualquer sentimento que me inquietava, e tu retribuíste timidamente.

Ofereceste-me boleia para casa, e eu quase que recusei. Quase… Uma parte de mim queria muito estar contigo e a outra, talvez a mais sensata, dizia-me que eu não morava assim tão longe por isso podia ir a pé, não havia necessidade de estar tão perto de ti outra vez.

Como é óbvio, dei mais ouvidos ao louco do meu coração e ignorei a minha sensatez.

Tenho de admitir que valeu a pena!

Desbloqueaste aquele silêncio, perguntando-me como tinha corrido o meu dia, e num instante começamos a falar das coisas aleatórias que preenchiam os nossos dias, sem nunca mencionar o que se havia passado.

Como poderia saber se não seria uma fantasia da minha imaginação? Porque não abordavas este assunto?

Assim que chegamos a minha casa, a conversa estava tão animada que optaste por desligar o motor do carro. O meu coração sorriu!

Três horas mais tarde olhaste para o relógio e admirado comentaste: “Já são estas horas? Parece que só estamos aqui há meia hora!”. Senti-me tão bem! E por momentos temi que quisesses ir embora. Mas não foste!

É tão difícil expressar a minha vontade de estar perto de ti e de não te deixar ir embora. Uma vontade enorme de te tocar, de te abraçar, de te sentir perto de mim… mas não sei como poderás reagir.

Em que estarás a pensar?

Não me importo que nada aconteça, mas por favor não te vás embora!

Eram já cinco da manhã quando finalmente decidimos que seria melhor irmos dormir. Teríamos de trabalhar no dia seguinte.

Eu não queria nada que fosses… não queria deixar de sentir… será que se voltaria a repetir?

No momento da despedida, eu tremia de tal forma que não conseguia saber o que dizer, o que fazer

Não consegui… tal era o medo que algo pudesse estragar aquele momento mágico que optei por sair à pressa sem sequer me despedir.

Mas que asneira foi esta? O que queria eu afinal?

Não seria aquele um sinal de que pudéssemos estar em sintonia?

 

Que vazio é este que estás a preencher no meu coração?

 

vontade-de-amar

 

 

Publicado em 6 comentários

Será possível entender o amor? Que sei eu afinal?

Que sei eu da vida afinal?

Todos os dias uma nova aventura,

Todos os dias aprendo algo novo,

Todos os dias descubro que afinal estava errada!

Será esta a beleza da vida?

Chegaste de mansinho

Entraste na minha vida pé ante pé

Foste apenas um amigo

Aquele tão desejado amigo

Nessa mesma altura, em que o mundo parecia desabar aos meus pés…

De verdade que não me dei conta do que estava a acontecer.

Até aquele dia!

Sim, aquele tão enigmático dia, que teria sido apenas mais uma tarde que passamos juntos…

Mas não, não foi mais um dia! Ali o meu coração estremeceu, o meu corpo e a minha mente já não me obedeciam. Nesse dia, o mundo parou por breves instantes e estávamos ali os dois sozinhos. Tu sorrias e eu retribuía, enquanto dizia coisas sem sentido por não saber como reagir.  Eu não queria ir embora, não queria deixar de sentir, mas não conseguia ficar. As palavras já não mais faziam sentido e só consegui fugir.

Será possível?

Não consegui precisar se sentiste o mesmo, mas algo me dizia que sim.

Vim embora de coração acelerado e sorriso nos lábios.

Mas que raio se tinha passado? Pode a música unir dois corações deste jeito?

Mandaste mensagem… que queria isso dizer? Fiquei eufórica e deixei escapar um desabafo de que tinha adorado o dia e que me sentia bastante feliz.

E tu? Nada!… De um momento para o outro desligaste a ficha e deixei de saber de ti.

O que foi isto afinal? Fui eu que interpretei mal?

Mesmo sem saberes, conseguiste que eu me apaixonasse por ti, ou terá sido de propósito?

É horrível não saber… mais difícil ter a coragem de perguntar… mais vale esquecer…

Mas que medo é este de querermos ser felizes?

Valerá a pena insistir?

Algo me diz que sou apenas mais uma, tentando convencer-me do contrário.

E assim vou vivendo o meu drama, sem saber se devo ou quero esquecer.

Este sentimento despertou em mim uma nova vontade de viver, de querer ser melhor, de sorrir para a vida! Esta é uma felicidade que há muito não sentia…

Ver-te… deixa-me desconcertada… é mais fácil fingir que não estás…

Lamento não saber o que pensas ou sentes, mas bem no fundo do meu ser, eu acho que sei. Sou só mais uma, tentando convencer-me do contrário.

Porquê?

Talvez não queira que este sentimento se desvaneça tão rapidamente como apareceu. É tão bom estar apaixonada! Mesmo que seja passageiro, mesmo que não seja correspondido.

O que seríamos nós sem o amor?

 

Afinal há paixão

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Publicado em 4 comentários

Não consigo falar de amor

 Amor

Respeita-me só assim terás mais uma vez nos teus braços.

Apete-se escrever tudo  o que sinto  meu amigo se tudo o que digo ė distinto o que estás para aqui a fazer comigo se não intimidar cada vez mais o meu destino? Não consigo falar de amor.
Respeita – me como eu respeito a ti,  não queiras impor frases que não sabes o que estás a dizer nem a condizer.
Não ponhas limites onde não existem ,  porque também não existe limites para o perdão, não venhas  gramar a minha auto motivação .

Porque eu afasto-me daqueles que não merecem o meu perdão, daqueles que estão sempre a olhar para o chão e estão sempre a reclamar de tudo sem fazer qualquer união e responsabilização. Se o teu motivo desistir ou fazer desistir, então porque não desistes tu  se a vida ou a pessoa já não te faz lutar vai para outra que realmente te saiba amar.

Mas eu digo – te mais meu menino assim terás o teu destino e quem sabe eu encontre algo melhor para mim.
Não me diga o que é certo, porque para descobrir eu preciso errar. Não me mostre o que espera de mim, Porque eu penso e seguirei meu coração. Não me faça ser quem eu não posso ser, porque eu sei e tenho minhas limitações.

Não me faça ser igual a ninguém

Porque eu sou diferente e tenho minha identidade. Não me ames pela metade, porque eu sou e tenho corpo e alma. Não me venha com mentiras, porque sei e tenho minhas verdades.
Deixa-me ser livre e sonhar! Porque eu sei voar e tenho meus pés no chão. Deixa-me ser! Porque eu sei que estou  a precisar  do melhor para mim. Me deixa encontrar caminhos! Porque estou a seguir uma estrada.

Sou, estou, serei e estarei assim: Às vezes leve como uma brisa, ás vezes forte como um tufão. Depende de quando, como e onde  me vê e verá passar, não encontro mais destino se não aqui onde que quero estar.
Não sei falar de amor mesmo pois não encontro caminho, se tu próprio não tens futuro quem sou eu mais para te amar.

Publicado em 4 comentários

Fosse tão fácil amar

Amar…

Fosse tão fácil amar como tanta gente ama

Fosse tão fácil sentir o amor
Como é tantas vezes fácil falar sobre ele

Fosse tão fácil ler o amor
Em cada olhar, cada sorriso, cada abraço
Como é facilmente descrito em cada romance

Fosse tão fácil entender o amor
Como tanta gente o entende,
O descreve,
O representa,
O vive…

Fosse tão fácil…
E aí não haveriam mais guerras no mundo.

Fosse tão fácil ceder a esse sentimento
Admitir a nossa própria fragilidade
Assistir ao nascimento desse amor
Assim que começa a falar e a dar os seus primeiros passos

Fosse tão fácil não cair em tentação
De abortar o rebento que teima em aparecer sem aviso
Sempre que o vemos brotar do fundo do nosso coração

Fosse tão fácil aceitarmos as nossas diferenças
Não sucumbir à sede de poder
À fome de ganância

Fosse tão fácil viver em comunidade
Desejar a felicidade do outro
Não se aproveitar da desgraça
E destruir tudo à sua passagem

Fosse tão fácil amar…
E qual seria a graça do mundo?

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Publicado em 3 comentários

Sempre como dois adolescentes

Adolescentes

Desde que te vi pela primeira vez achei que era para sempre, adolescentes, mas agora der-repente observo que nada é para sempre. Quando eu te vi pela primeira vez, não pensei imediatamente “vou amar este rapaz para todo o sempre”, mas agora que tudo passa e existe cada vez mais gente será que gosto de ti sempre?

Foi o fato de te ouvir, o fato de seres diferente que meia doente fiz-me ao presente. Não perdi tempo contigo e foi ardente .  Os teus movimentos, os teus lábios pareciam uma dança que eu já tinha aprendido antes e me tinha esquecido consequentemente.

Ao fim de alguns dias ou umas horas, tudo em ti me era familiar e era como se já te conhecesse desde sempre. E a apatia deu lugar ao entusiasmo. Lembro -me de ter olhado para as tuas mãos e ter achado que eras um homem mais quente. Aquele que me levava para lugares que só se via com sol poente.

Queria que esses dias não acabassem nunca . Que o sol decidisse tirar férias e as palavras nunca se esgotassem com o cansaço e o sono. Que nada nem ninguém estragasse o meu tesouro. Mas nada é como digo ou ouro, nada é como aquele dia que podias mudar a minha vida e declarar que  apesar de ter tentado não pensar que te podia amar para toda uma vida merecida, e por mais que eu tenha movido montanhas, silenciado tambores e desviado marés… a verdade é que não consigo evitar apaixonar-me por ti para sempre como sempre fomos dois adolescentes.