Publicado em 6 comentários

A grandeza da minha vida é definida pela minha capacidade de sonhar

Sonhar… Se fizer uma pesquisa na web, com certeza encontrará milhares, senão milhões, de reflexões acerca deste tema. Então, porquê voltar a insistir no mesmo assunto? A verdade é que este é um tema intemporal, que nunca se esgota e que é fundamental discutir.

Você tem um sonho?

Se a resposta imediata foi “claro que sim, quem não os tem?”, desafio-o a refletir sobre o assunto. Quais são os seus sonhos? Serão mesmo seus? Ou serão resultantes do desejo dos seus pais, do seu cônjuge, dos familiares, ou da sociedade em geral?

Eu sei que é muito difícil responder a esta questão, porque durante toda a nossa vida tivemos e continuamos a ter alguém que tenta moldar a nossa opinião e os nossos sonhos. Lembra-se daquele tio que queria que você fosse cantor ou ator? E aquele primo que queria que você fosse viver para outra cidade com ele? E os seus pais? Lembra-se o quanto o chatearam para estudar, para ser alguém na vida? Já para não falar do/a seu/sua companheiro/a que está sempre a insistir para que casem e tenham filhos.

Pode não acreditar, mas existem montes de pessoas que vivem segundo os sonhos dos outros. É impossível que não sejamos manipulados pela opinião dos outros, inclusive da sociedade, que tenta sempre criar a imagem da mulher e do homem perfeito. Mas é importante que não se esqueça que o mundo é daqueles que têm a coragem de criar os seus próprios sonhos!

Steve Jobs

Se pelo contrário a resposta àquela pergunta foi “não” ou “não sei”, então pode ter a certeza de que não está sozinho!

O que não falta neste mundo são seres humanos que andam por aí, à deriva. Vão vivendo um dia de cada vez, sem pensar no passo a dar a seguir. Em certas alturas da nossa vida, isto acontece e é absolutamente normal. Na verdade, passamos a nossa infância e adolescência a lutar pelos nossos sonhos e, quando conseguimos atingir o nosso objetivo, deixamos de sonhar. O importante a reter aqui, é que se deixarmos que esta situação se arraste continuamente, acabamos por não usufruir o melhor que nós temos: a nossa VIDA! Olhamos para trás e pensamos: o que construí ao longo da minha vida? Que diferença fiz eu no mundo?

Porém existe ainda outra situação, mais preocupante, que é deixarmos de sonhar por pressão da parte de outros. Não deixe que isso aconteça!

Eles não sabem, nem sonham, que o sonho comanda a vida, que sempre que um homem sonha o mundo pula e avança como bola colorida entre as mãos de uma criança.”António Gedeão

Não existe nenhum segredo para voltar a sonhar. Mas com certeza que já se imaginou noutra situação, a viver outra vida, nem que seja por uns instantes. Não retraia esses pensamentos por achar que não fazem sentido! Ao contrário daquilo que nos querem fazer acreditar, nem todos os sonhos são para ser vividos! Por vezes são apenas o gatilho que precisamos para delinearmos alguns objetivos para a nossa vida. Todos os grandes feitos começaram com um sonho.

Os sonhos são fruto da nossa criatividade e imaginação, e não devemos ter receio de sonhar, seja com o que for. Sonhar ainda não é pecado, nem paga impostos 🙂 E a meu ver é essencial para a vida de cada um de nós.

O riso é intemporal, a imaginação não tem idade, sonhos são para sempre” – Walt Disney

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Publicado em 5 comentários

Eu sou do mês de Fevereiro

Para todos aqueles que são como eu, que nasceram no mês de fevereiro e que mostram ter não mais que uma personalidade simplesmente simpática e humana, este texto é para vocês.
Somos pessoas honestas e leais, originais e brilhantes, somos o que vemos e o que sentimos, somos tudo que são distantes e tudo que nos chama pela liberdade constante. Vimos aqui para enfrentar o mundo, não compreendemos quando ele nos virará as costas e não somos capazes de aceitar uma traição muito menos inesperada.
Gostamos sempre de lutar, lutar pela humanidade e pelas boas causas, fazer e planear sempre um futuro melhor é sempre um dos nossos objectivos. Abrimos portas sempre para a novidade e para o que é a criatividade, somos seres raros e maravilhosos, aprendemos com o presente e reivindicamos sempre o futuro.
Para nós que nascemos em fevereiro, não gostamos de promessas vazias nem muito menos de nos sentirmos sós. Temos uma personalidade fora do comum seja ela forte, atraente e sincera no que mostramos para cada um. Acreditamos que algumas vezes somos tímidos e sensíveis como bastantes pacientes, mas sempre seres sentimentais, realistas e originais. Procuramos a verdade e aprender com os outros, somos verdadeiramente claros e lógicos no que realmente queremos, mas às vezes, bastantes radicais no que verdadeiramente sentimos, vivemos desilusões emocionais, o que nos leva a exigir demais sempre do nosso companheirismo.
Somos aquilo que muitos queriam ser, independentes e livres. Para nós interessam-nos mais as ideias que propriamente os factos como gostamos muito mais de fazer projetos que propriamente realiza-los.
A independência faz igualmente falta como o próprio ar que respiramos e não conseguimos estar muito presos, temos de voar, conhecer e aprofundar. Adoramos sonhar e projetar. A novidade é sempre um sonho, somos bastante tímidos, mas depois de termos o à vontade adoramos brilhar adoramos mostrar e principalmente ganhar.
Contudo, eu adoro ter nascido no mês de fevereiro, formado por vinte e nove dias, tenho uma personalidade forte, gosto de tudo que é criativo, de artes e da tecnologia, escrevo porque me faz bem, me liberto, vivo do imaginário e do que é imenso, e prefiro sempre seguir os meus gostos incomuns, tendo determinado apreço a verdades cientificas e universais, como tendo muitas vezes a acreditar no que não é verdadeiramente real e no impossível.
Fonte:http://www.euroresidentes.com/