Publicado em 18 comentários

Minha vida uma falha!

Pois é meus queridos amigos nossa vida, ou minha vida é simplesmente uma falha.

Não é nenhum conto de fadas, como nas histórias de encantar.

Porquê ?

Porque vivemos sempre na esperança de encontrar o melhor caminho a seguir.

Conto isto, nesta estrada não há mais nada que a desgraça, e o conto de fadas, [ só falta o príncipe encantado 🙂 ] isto porque não existe nada se não as pedras no meu caminho. Assim será o meu destino, e eu não quero acreditar. Quero ver tudo para além do mar, só quero o meu mundo e o dos outros o seu bem estar.

Mas a vida ensina-nos a pisar erros e o que para além de nós um dia queremos mudar. Vida é um “conto de falhas” como se diz e para além do silêncio esta não me diz absolutamente nada. Vida difícil esta que eu não sei onde vou chegar.

Tenho tanto ainda para viver e contar e não sei nem acredito em cada olhar. As pessoas são o que menos esperamos neste mesmo mundo, cada vez é mais impossível acreditar. Mais tarde somos nada mais, nada menos, que meros abutres ou meras sombras, que só estamos cá por estar.

Tenho medo do que pode acontecer, não quero realmente ceder a esta angústia, a estas cinzas e a este mal estar. Quero sim, acreditar que isto um dia vai melhorar, nada falha se tivermos bem connosco mesmos. Mas será esse mesmo o segredo?

Que faço eu neste pensamento, se a vida não é mais nada que um enredo, um momento, uma passagem, uma historia e um conto para eu declarar.

Vida difícil esta que a cada instante é só defeitos, temos mais uma estrada a percorrer, mais uma desgraça para contar ou recorrer? Se for para doer que seja agora não depois! Eu terei sempre os mesmo deslizes para contar, as mesmas anedotas para reaver, os mesmos momentos para antever e claro  as muitas histórias para propalar.

Sou muito nova para rever, tudo que já passei.  Que vida é esta que eu já amei,  já cuidei e já me desafiei ?

Tudo foi por água abaixo, como caísse tudo ao chão.  Enfim é sem dúvida alguma, tudo que eu nunca imaginei em vão e para dizer tudo, nada mais a declarar tenho a dizer mais uma coisa. Que vida madrasta eu estou!

A vida é decepção, a vida é ingratidão, vivemos cada vez mais com pessoas desagradáveis, vivemos em diferentes sectores e em cada nível de vida. As falhas e os fracassos são cada vez mais tangíveis , transponíveis, outros não.

Contudo acredito, que nenhuma falha é para o resto da vida.  Dizem que quando chegamos ao fundo do poço, subimos uma escada e quando se fecha uma janela abre-se uma porta. Por isso, temos de acreditar nisso mesmo .

O conto de fadas insiste no “Felizes para Sempre” e o Conto de Falhas no “que é eterno enquanto durar!”

Então digo, insiste, persiste e nunca desista do que te faz realmente feliz.

A vida que eu escolhi

Publicado em Deixe um comentário

Por vezes não ė isto que tu sentes

Será que Sentes?

Sonho um dia em acordar ao teu lado e ver no sonho, uma família, uma casa ou o que tu entenderes ao teu cuidado. Sentes mas nada acontece, nada faz e vejo esforços, nada nem ninguém parece querer mais que eu mesma quando faço estremecer. Será que isto vai sempre sempre assim?Será que isto vai ser para doer?

Vejo os anos a passar e nada, nada no amor acrescentar, a rotina ė sempre a mesma a mais pequena que eu mesma e sempre ė a mesma presença, os mesmos lugares o mesmo roteiro e até eu na mesma continência.  Vivemos uma ruína, parece que todos os anos nada muda. Se de fato espero mais, eu não sei. Só sei que quero alguém que não me adormeça que tenha a mesma doença que prevaleça não sempre mas mais vezes. Que importa ? Que faça diferente, que veja a rotina não como favoreceste , mas que faça sempre, tudo derrepente que não pense, mas que aja com o coração que dêem a grande união. Que diga uni-mente ” meu amor é só a ti que eu quero sempre” e que nada seja em vão como metade do meu coração.

Alguém que me leve não só por rotina mas por lugares diferentes, cheios de gente que me oussa e me argumente.
Alguém que crie o paraíso onde ele pode não existir, mas que guarde tudo que um dia  foi preciso e soube extrair.  que guarde tudo que um dia soube criar e soube imaginar. Que faça de mim a pessoa mais feliz do mundo e que me leve até ao mais profundo aproveito que ė a vida.
Eu sou pessoa ruim mesmo em me afastar de quem não me dá auxílio nem lar, mas também  sou assim mesmo de desistir de tudo. Mas o meu coração fica apertado quando isso acontece  e eu sei que vai ficar tudo bem como sempre ficou.

Publicado em 34 comentários

Para quem ama não existe sofrimento existe amor

Amor

O amor é algo que emerge em mim. Podemos não ter o melhor amor do mundo, mas para mim, é o que não tem fim. Podemos procurar em todos os lugares, podemos arriscar em algo que queremos acreditar, mas no fundo é o amor que me faz sonhar é com ele que tenho a vida que sempre quis elaborar, e é ele que faz de mim a mulher que alguém quer amar. Porque o amor também é cultura, também é formosura, também é magia, é tudo que eu faço com alegria e para quem ama o sofrimento não existe se não a sua própria companhia.

Acreditar

Acredito que fomos feitos para alguma função ou objectivo, mas também, acredito que fomos feitos para alguém, para amar-mos o incurável. para fazermos o que vem além e sentirmos-nos completamente perdidos. É certo que muitas vezes podemos errar, mas eu acredito que por muitos anos a lutar, esse amor um dia irá chegar e o sofrimento um dia vai acabar.

Não sei o que será o futuro, nem sequer sei o meu rumo, sei que um dia aparecerá algo que me fará sonhar, algo que fará simplesmente um bem estar e farei os outros também ver e imaginar. Eu acredito e como disse no amor e que alguém pertence a alguém e acredito que esse alguém um dia chegará e  virá um dia aclamar, o amor que sinto ao amanhecer e ao ao acordar. Se não acreditas no amor, e se achares que tudo é igual esse amor nunca irá chegar, nada permitirá sonhar, nada permitirá seres quem és e nada permitirá fazer acontecer.

O amor não é mesmo para sofrer, e se um dia isso acontecer e esse amor o fazer, o melhor é não permanecer, o melhor é desacreditar e o melhor é não voltar a desmoronar, por alguém que não faz o mínimo para voltar a continuar. O caminho pode ser longo, exaustivo, perdido, mas ser contigo, não existe melhor forma que entrar no paraíso adormecido. Mas, se não for hoje, será amanhã, não existe  “tudo está perdido”. Ora não tens mais nada para citar?  Dure os anos que durar, tem de imaginar que nada vai mudar. Acredito no amor merecido, acredito que todos fomos feitos para amar, e quem não acreditar, nunca mais irá acordar, nunca mais terá o seu lar, e como digo num mundo dos perdidos, nada está além  do que nos faz crer e confiar.

Momentos

Existem momentos que apetece largar, deixar de premeditar, deixar que a vida assim nos mostre como lá chegar mas, se nós não acreditarmos em nós quem vai acreditar?  A vida  nunca nos vai mostrar o lado bom da luz que faz meditar,  e sim vai-nos deixar ficar, ficar completamente perdida  nesta deriva adormecida e sucedida.  Não existe amor em qualquer altura, não existe amor no momento certo, mas eu quero sim acreditar no amor incerto, naquele  que aparece em qualquer lugar, nos sentimentos que quero mostrar e agarrar e quero sobretudo com alguém a permanecer no seu lugar.

Se este amor que tenho não faz explorar, nada permitirá mais lutar, nada fará eu sonhar. Mas, eu continua a afirmar, que nada está perdido para quem não deixa de hesitar, nada é mais merecido que um amor que não me faz chorar. Nada é mais importante que ter alguém que nos ama e quem faz realmente eu ser e estar.

Se calhar até pensam que sonho demais, que sou romântica demais, mas podem realmente apostar, que eu só idealizo algo em qual sempre vou hostilizar. Vou dizer.vos que o amor é muito mais o que eu sinto, que tudo que digo eu não minto, e que tudo que eu privilegio é tudo do meu ser do meu carácter e do meu orgulho de viver mais uma vida cheia de amor.

E você acredita no amor?

“As pessoas acham que o amor verdadeiro não existe, porque elas passaram a não acreditar nele, por isso ele foi desaparecendo, ele é como uma pedra preciosa, é raro você encontrar, mas não quer dizer que não exista.”

John Lennon

Publicado em 2 comentários

Vou-te dizer aquilo que nunca disse a ninguém"Amo-te"

Qualquer pessoa que viesse no teu lugar, não teria toda e qualquer declaração que eu quero mostrar, qualquer pessoa que tomasse o teu lugar não me faria cada vez mais lutar. Amo-te como nunca amei ninguém, amo com todas as forças do além para voltar a continuar ,e amo, mesmo sabendo que tudo um dia poderá ser apenas e só a mágoa que vou mostrar.

Não sei  realmente me declarar, nunca digo que amo se não  realmente me interessar e nunca falo de sentimentos se eles não querem lá chegar. O que vejo é que tu tens outro tipo de amar que eu não creio que isto me faça acreditar. Mas eu amo-te e nunca disse isto a ninguém, amo tudo que é verdadeiro e sincero, amo e não sei como amo, amo-te simplesmente, sem qualquer problema ou orgulho .  Amo-te assim porque não sei amar de outra maneira.

Eu só sei que amo um dia atrás do outro, e acho que este amor já não tem jeito, por mais que eu ache que por vezes mostres a tua pior frieza, e que me vejas muitas vezes como apenas mais uma faceta.  Mas eu amo, amo e não sei como negar, existe palavras que tento esconder, mas todas elas são descritas num só olhar. Amo porque sempre odiamos as mesmas coisas mas não paramos de lutar, amo mesmo que seja impossível acreditar, e  amo porque faço e acredito sempre naquilo que me faz interditar.

Uma vez ouvi que quando alguém diz ” eu te amo” , está a fazer uma promessa com o coração, e eu não digo que não, eu só quero nada mais que sentir o teu momento e a tua canção, e principalmente sentir alguém que me ame muito mais que eu amo a mim e me fortaleça a sua contenção , sem rodeios, sem medos, com e simplesmente com grande convicção.

“Eu te amo independente do amor . Eu te amo quando considerar errado amar. Eu te amo quando for proibido, quando me deixarem, quando você quiser e principalmente quando não quiser e precisar . Quem sabe você precise do meu amor tanto quanto eu preciso te amar.”

Tati Bernardi

 
 
 
Follow

Publicado em 2 comentários

Amei-te quando era adolescente amo-te no presente

Meu amor não tenho palavras para descrever o que vivemos desde quando fomos dois adolescentes. Vivemos momentos inseparáveis, momentos que nunca esquecerei e momentos que ainda acreditarei. Adolescentes fomos nós, sem qualquer senso e sem qualquer cumprimento, vivemos sempre o momento com  vontade, na gratidão e tive sempre a ti para me dares sempre a tua aptidão.

Seguimos como uns miúdos que viveram do perdão e não fazíamos a mínima ideia do que era a vida sem qualquer união. Apenas eramos dois jovens que andávamos a descobrir o amor, nem sabíamos realmente o que era a dor, a dor de amor.
Tudo o que mais queríamos era sim, viver a vida no paraíso, sem qualquer preconceito, sem qualquer defeito, e sem qualquer compromisso.

Neste momento, vivemos o presente mais  do que simplesmente, achamos que este querer e desejo é cada vez mais ardente, mas nada é igual ao que era antigamente.
Perduramos por cada instante em cada segundo, cada ano e cada minuto, a lembrar o passado que ficou para trás e a fazer cada vez mais para a nossa relação sempre conservar. Nada é mais bonito que ver os anos a passar!
Mas nem tudo são rosas, nesta vida temos as nossas lutas, as nossas discussões e as nossas angústias. Somos nada mais,
nada menos, que dois vínculos que acreditam que o amor vale a pena durar.

Amo-te no presente e quando era adolescente, amo-te quente e frio, apaixonei-me hoje e sempre por alguém que altamente divergente, mas, que sabe além de ser bastante diferente, amar, beijar e proporcionar algo bastante coerente. É difícil dizer não, para alguém que tanto conhecemos e muito mais difícil é deixar alguém magoado alguém que já tinha sido nada mais que nosso passado.

Se este amor vai durar, eu não sei, só sei que o que interessa realmente é o presente, algo que agora sinto adurente, algo que me dê mais prazer, encante e me alimente.
A verdade, é que o passado já passou, interessa agora é mesmo tudo que é vigente, o amor que é vivido, apetecido e nada mais que aprazido, claro e expressivo.
A verdade, é que eu amei-te quando era adolescente, amo -te no presente.

 

 

 

Publicado em Deixe um comentário

Palavras de Amor

 

Hoje,  falarei das palavras de amor, porque não existe palavras mais verdadeiras para levantar o nosso esplendor. São palavras que nos inspiram e que sentimos, são elas que transformam o nosso coração e que nos levam até à união. Como eu gosto das palavras de amor, escritas numa carta ou mesmo transmitidas pela boca, transpondo a liberdade a paz e o espírito de uma alma. As palavras são todo o nosso viver, todo o nosso trespor, e não existe uma melhor declaração que as palavras de amor.

Basta apenas um “amo-te”, basta mostrar realmente o que sentimos, são as palavras que nos levarão até ao abismo, são elas que realmente lembram a importância de alguém e que eleva o nosso estado de espírito. É preciso dar palavras de amor, é necessário dar um carinho, vivemos todos nós  de um só sorriso.

As palavras de amor são para ser vividas, sentidas, jamais ousadas ou esquecidas, não desfaça esse amor por alguém que mostra de si e aos outros o seu verdadeiro clamor. Viva, porque viver são dois dias, lute pelo que nos faz bem e sonhe por aquilo que lhe faz feliz. Afinal é nas cavernas mais escuras, ou dentro das rochas que aparecem os grandes diamantes.

Todas as palavras são todas expressões que sentimos, com elas criamos laços que nunca imaginamos acontecer, são a elas que devemos a nossa história, são elas que nos dão animo ou mesmo pavor, sem elas nunca teríamos provado o sabor do amor.

Às vezes um punhal, outras um valente cristal, ou um incêndio ou mesmo apenas orvalho, são o segredo da nossa alma, a voz que nos acalma e a luz do nosso olhar. São as palavras de amor que realmente nos fazem vibrar, são simplesmente o sol e o mar, são elas que nos beijam e são algo que trazem novamente o desejo de voltar a amar.

“O meu amor eu guardo para os mais especiais. Não sigo todas as regras da sociedade e às vezes ajo por impulso. Erro, admito. aprendo, ensino. Todos erram um dia: por descuido, inocência ou maldade. Conservar algo que faça eu recordar de ti seria o mesmo que admitir que eu pudesse esquecer-te “.

William Shakespeare