Publicado em 3 comentários

Sempre como dois adolescentes

Adolescentes

Desde que te vi pela primeira vez achei que era para sempre, adolescentes, mas agora der-repente observo que nada é para sempre. Quando eu te vi pela primeira vez, não pensei imediatamente “vou amar este rapaz para todo o sempre”, mas agora que tudo passa e existe cada vez mais gente será que gosto de ti sempre?

Foi o fato de te ouvir, o fato de seres diferente que meia doente fiz-me ao presente. Não perdi tempo contigo e foi ardente .  Os teus movimentos, os teus lábios pareciam uma dança que eu já tinha aprendido antes e me tinha esquecido consequentemente.

Ao fim de alguns dias ou umas horas, tudo em ti me era familiar e era como se já te conhecesse desde sempre. E a apatia deu lugar ao entusiasmo. Lembro -me de ter olhado para as tuas mãos e ter achado que eras um homem mais quente. Aquele que me levava para lugares que só se via com sol poente.

Queria que esses dias não acabassem nunca . Que o sol decidisse tirar férias e as palavras nunca se esgotassem com o cansaço e o sono. Que nada nem ninguém estragasse o meu tesouro. Mas nada é como digo ou ouro, nada é como aquele dia que podias mudar a minha vida e declarar que  apesar de ter tentado não pensar que te podia amar para toda uma vida merecida, e por mais que eu tenha movido montanhas, silenciado tambores e desviado marés… a verdade é que não consigo evitar apaixonar-me por ti para sempre como sempre fomos dois adolescentes.

Publicado em 6 comentários

É urgente viver!

A vida dá tantas voltas!
Nem sempre sei de onde venho
Quase nunca sei para onde vou
Mas de uma coisa tenho a certeza
Vivi sempre por inteiro!
Aproveitei cada segundo, cada hora, cada dia
Como se o mundo parasse
E aquele momento ficasse para sempre marcado em mim.
Conheci tanta gente…
Partilhei imensas aventuras
Participei em tantas conversas
E chorei por tantas mesquinhices.
Fui agarrando todas as oportunidades que foram surgindo
Nunca disse que não!
Experiências boas ou menos boas,
Tudo foi importante para construir a pessoa que sou agora.
Fiz algumas amizades pelo caminho
Essas são aquelas que ficam para a vida!
Um, dois, três… dez anos depois,
Encontro cada um desses amigos
O sentimento é sempre o mesmo,
Parece que apenas um dia passou.

No entanto tantas histórias para contar
Uma imensidão de novidades para colocar em dia
Tanto para relembrar
Sorrir, sentir, reviver
A partilha de cada gargalhada,
cada conquista, cada alegria
E também de todas as lágrimas que ficaram por contar.
A vida é mesmo assim.
Um recomeçar continuo,
Uma corrida que parece não ter meta,
Uma montanha cheia de altos e baixos,
Mas a certeza de que vale a pena chegar lá a cima
E ver tudo de uma outra perspetiva
Todos os desejos, anseios, receios
Parecem tão insignificantes!
O que realmente importa?
Hoje estamos vivos!
Amanhã quem sabe…
Aproveita sempre o HOJE
como o PRESENTE que é a VIDA!
tempo-de-viver

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Publicado em 34 comentários

Para quem ama não existe sofrimento existe amor

Amor

O amor é algo que emerge em mim. Podemos não ter o melhor amor do mundo, mas para mim, é o que não tem fim. Podemos procurar em todos os lugares, podemos arriscar em algo que queremos acreditar, mas no fundo é o amor que me faz sonhar é com ele que tenho a vida que sempre quis elaborar, e é ele que faz de mim a mulher que alguém quer amar. Porque o amor também é cultura, também é formosura, também é magia, é tudo que eu faço com alegria e para quem ama o sofrimento não existe se não a sua própria companhia.

Acreditar

Acredito que fomos feitos para alguma função ou objectivo, mas também, acredito que fomos feitos para alguém, para amar-mos o incurável. para fazermos o que vem além e sentirmos-nos completamente perdidos. É certo que muitas vezes podemos errar, mas eu acredito que por muitos anos a lutar, esse amor um dia irá chegar e o sofrimento um dia vai acabar.

Não sei o que será o futuro, nem sequer sei o meu rumo, sei que um dia aparecerá algo que me fará sonhar, algo que fará simplesmente um bem estar e farei os outros também ver e imaginar. Eu acredito e como disse no amor e que alguém pertence a alguém e acredito que esse alguém um dia chegará e  virá um dia aclamar, o amor que sinto ao amanhecer e ao ao acordar. Se não acreditas no amor, e se achares que tudo é igual esse amor nunca irá chegar, nada permitirá sonhar, nada permitirá seres quem és e nada permitirá fazer acontecer.

O amor não é mesmo para sofrer, e se um dia isso acontecer e esse amor o fazer, o melhor é não permanecer, o melhor é desacreditar e o melhor é não voltar a desmoronar, por alguém que não faz o mínimo para voltar a continuar. O caminho pode ser longo, exaustivo, perdido, mas ser contigo, não existe melhor forma que entrar no paraíso adormecido. Mas, se não for hoje, será amanhã, não existe  “tudo está perdido”. Ora não tens mais nada para citar?  Dure os anos que durar, tem de imaginar que nada vai mudar. Acredito no amor merecido, acredito que todos fomos feitos para amar, e quem não acreditar, nunca mais irá acordar, nunca mais terá o seu lar, e como digo num mundo dos perdidos, nada está além  do que nos faz crer e confiar.

Momentos

Existem momentos que apetece largar, deixar de premeditar, deixar que a vida assim nos mostre como lá chegar mas, se nós não acreditarmos em nós quem vai acreditar?  A vida  nunca nos vai mostrar o lado bom da luz que faz meditar,  e sim vai-nos deixar ficar, ficar completamente perdida  nesta deriva adormecida e sucedida.  Não existe amor em qualquer altura, não existe amor no momento certo, mas eu quero sim acreditar no amor incerto, naquele  que aparece em qualquer lugar, nos sentimentos que quero mostrar e agarrar e quero sobretudo com alguém a permanecer no seu lugar.

Se este amor que tenho não faz explorar, nada permitirá mais lutar, nada fará eu sonhar. Mas, eu continua a afirmar, que nada está perdido para quem não deixa de hesitar, nada é mais merecido que um amor que não me faz chorar. Nada é mais importante que ter alguém que nos ama e quem faz realmente eu ser e estar.

Se calhar até pensam que sonho demais, que sou romântica demais, mas podem realmente apostar, que eu só idealizo algo em qual sempre vou hostilizar. Vou dizer.vos que o amor é muito mais o que eu sinto, que tudo que digo eu não minto, e que tudo que eu privilegio é tudo do meu ser do meu carácter e do meu orgulho de viver mais uma vida cheia de amor.

E você acredita no amor?

“As pessoas acham que o amor verdadeiro não existe, porque elas passaram a não acreditar nele, por isso ele foi desaparecendo, ele é como uma pedra preciosa, é raro você encontrar, mas não quer dizer que não exista.”

John Lennon

Publicado em 4 comentários

Terá o verdadeiro amor um final feliz!

Verdadeiro amor

Não sei o que é o verdadeiro amor, se não um final feliz, mas a verdade é que o que é verdadeiro nunca é feliz. Será que este amor é tão errado como toda a gente o diz? Mas é ele que nos cura as feridas do passado como sempre quis e que me faz lembrar do presente sempre que o diz.

O amor verdadeiro não é aquele que queremos sentir, mas aquele que nos faz entender, perceber o que realmente entendemos e o que faz realmente acontecer. O amor verdadeiro não é nada mais nada menos, que eu querer-te por inteiro, e ser tudo menos traiçoeiro, é viver sempre por inteiro o grande momento e a completar tudo sem qualquer medo muito menos receio. O amor verdadeiro não é nada, por acaso, nada é se não um atraso, tudo se transforma num simples abraço e desejo, como é aquele que permanece sempre, mesmo que este seja negado. Como será algo que terá de ser ultrapassado num caminho que acontece sempre algo alguma vez inesperado.

tumblr_nlydgqW9KR1qlo68ko1_500

“O que é verdadeiro é eterno” já diziam os nossos antepassados, o que é verdadeiro é para sempre, mas será que por ser tão verdadeiramente, tem final feliz? Não, para mim o amor não tem se não o perdão. Ambos temos de lutar, ambos temos de sonhar, ambos temos de ultrapassar obstáculos, e acreditar que este amor é para sempre pois eu acredito definitivamente que o amor verdadeiro cura arduamente as feridas, faz nada mais que maravilhas, mas também, faz qualquer vida muito desiludida, adormecida e sem qualquer arritmia.

A verdade é que esse amor, nem a morte faz esquecer, o que é verdadeiro ninguém tem sequer o poder de desaprender, nada o pode derrotar, mesmo que tentem fazer-nos alguma vez duvidar é mais forte que alguma vez alguém poderá imaginar. São sentimentos a percorrer que ninguém pode tirar, deixar ou largar, é verdadeiramente certo que esse amor não tem como imaginar, é simplesmente algo verdadeiro que não tem final feliz, pois o que é simplesmente verdade sempre volta, o que tem de ficar fica sempre, mas o que tem de finalizar nunca será permanente.

O verdadeiro segredo é sem duvida alguma perpetuidade, sermos o que somos e pensarmos no que queremos ter, guardarmos na nossa alma o caminho que queremos percorrer, e acreditar, acreditar que o amor não tem final feliz, custa a superar, custa a crer e a imaginar, mas a verdade é que ele existe e nada mais podemos um dia separar.

O amor verdadeiro é assim como estrelas do céu a brilhar, cheio de esperança numa noite de luar mas também é a trovoada inesperada, a dificuldade percorrida na estrada e a chuva que cai em alvorada porque

“o amor verdadeiro não se conjuga no passado, ou se ama para sempre ou nunca se amou verdadeiramente”.

M.Paglia

tumblr_luvg14jnjg1r0s2f2o1_500

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Publicado em Deixe um comentário

Sentimentos decidem as minhas opiniões

A saudade é um pouco como a fome, mas é ela que nos leva aos sentimentos que eu precinto desde que entrei no coração de um homem. Serão os sentimentos que decidirão ou não a minha opinião? Acredito que por detrás de um grande sentir existe sempre alguém que nos dará toda e só uma razão.

Não sei dizer não àquilo que realmente sinto, não sei ser uma pessoa sem alma e coração, não sei realmente ser uma pessoa sem dar qualquer opinião. Tudo que sinto digo, não minto, tudo que vejo olho com olhos de ver, e tudo o que eu digo são todos os sentimentos que tenho a dizer, sem qualquer preconceito, sem qualquer defeito e sem qualquer intelecto.

A minha opinião sobre o que sinto está descrita toda ela numa simples razão. Quando amamos alguém e esse amor não é correspondido o melhor que temos a fazer é não fazer nada. É inútil sentirmo-nos completamente perdidos e ir atrás de quem já nos quer mais que por um vencido. Os sentimentos são uma surpresa, nunca foram qualquer caridade, vivemos na esperança de ser amados por vezes por alguém que pouco faz a nossa vontade.

Procuramos sempre ser amados, mas esquecemo-nos de ser realmente compreendidos, mas será isso realmente o nosso objetivo? Vale a pena discutir por ciúmes, vale a pena cada um seguir o que gosta e esquecer os planos de que não gosta, será que vale a pena discordar sempre de várias opiniões se a pessoa não gosta da opinião do outro, nem de frequentar o mesmo lugar, para quê perder mais tempo. Se o que se tem não é amor é simplesmente um querer, um desejo, uma infantilidade que poderá ser nada mais que um simples detento.

O amor é exigente eu sei, ele não é perfeccionista, muito menos é para ser compreendido. Não existe explicação, não existe qualquer palavra que descreva o que é o amor e por isso, acho que serão os nossos sentimentos a decidirem quem estará a nosso favor e digo isto porque, não é que tenha a  razão, mas é para aqueles que sentem, que mudam, que vão atrás do que têm, do que faz bem, da sua opinião e daquilo que os contém, como vão atrás daquelas pequenas coisas que realmente o amor tem.

“Ame quem te dá amor, cuide de quem te cuida. Parece simples, mas a maioria esquece isso o tempo todo”.

Sentimentos Inversos