Publicado em Deixe um comentário

Necessito esquecer

ESQUECER É…

Esquecer é sofrer,

Esquecer é dor,

Esquecer é saudade,

Esquecer é tristeza,

Esquecer é melancolia,

Esquecer é duro,

Esquecer é apagar da memória os melhores momentos passados contigo.

Esquecer é morrer, assim, como recordar é viver.

Esquecer é o fim!

Esquecer corrói a alma.

Esquecer é impossível porque a dor passa mas a cicatriz fica lá.

Dizem que o tempo cura tudo mas é mentira.

Ele não cura nada, a gente é que finge que esqueceu.

O tempo apenas atenua a dor, a saudade e o sofrimento.

A morte em vida é pior que a morte física porque nessa tu sabes que a pessoa morreu e não há mais nada que tu possas fazer.

O afastamento é como uma morte só que aí tu sabes que ela está lá só que virou um estranho para ti, quando outra hora era o teu suporte.

Este deve ser encarado como um luto, porque é de facto uma morte também mas mais dolorosa porque a pessoa está vida e um dia deu-te todo e no outro tirou.

É das piores sensações que um ser humano pode sentir. Ter tudo e ficar de repente sem nada. Difícil é não enlouquecer com esta situação!

Às vezes um sim é pior que um não. Por vezes é melhor cortar de vez os laços afetivos do que te darem esperanças e no fim tirarem-te de novo o chão.

Seguir em frente sem olhar para trás! Pensar que um dia foste feliz como se fosse, no fundo, tudo uma ilusão.

Algumas palavras perdem-se pelo caminho, porque ficam por dizer. Por mais que queiras nunca consegues dizer tudo o que querias.

Há sempre algo que fica na tua mente porque a emoção foi tao grande que não conseguiste transmiti-la!

E se alguém te disser que algum dia te esqueci chora pois nesse dia eu morri. Contigo quero viver o passado e só contigo…

 

 

Publicado em 9 comentários

Conhecer quem nao ė o que dizem ser

Existem pessoas que não são o que dizem ser é esta a verdade.

Vivo com pessoas estranhas que não existe qualquer esperança . Estranho isso eu sei que por mais a vida me leve não me trás esperança nenhuma de as conhecer.

Dizem que é bom conhecer pessoas sim, é bom sem dúvida, mas a minha aura diz que também não é a cura. Quem não acredita em ti, quem não trás vida, alegria, quem promete e falha. Essa pessoa eu chamo de falsa, e doa a quem doer eu não faço nenhuma questão de a conhecer.

Cada vez que damos um passo à frente, derrepente  mais pessoas dessas me fazem estremecer ,será que sou eu mesma que custa a crer? Faz um esforço para as conhecer. oh meu amigo tu é que vais sofrer não elas, isto porquê, porque lhes deste tudo, fizeste tudo por tudo e lhes fizeste aprender.

Aprender a te colocar o coração a doer, aprender que o mundo só gira no mundo dela. Essas pessoas não são mais que crianças e eu como disse, não quero não nunca conhecer.

Felizmente conheço , conheço ja quem me identifico e quem é o meu porto de abrigo. Abro mão para o que venha acontecer, sei que essa pessoa segue o mesmo caminho que o meu, se identifica para comigo como sempre se identificou e posso considerar sim um amigo, um amigo com quem posso falar, desabafar , acariciar e apreciar.

Essas pessoas sim são tuas amigas, aquelas que te vais identificar para o resto da tua vida.

Eu costumo dizer se és realmente amigo então não és um traidor, porque amigo não trai, não magoa é simplesmente uma pessoa, ela está aqui, ali e acolá para te ver crescer. Por outro lado inimigo tenta te modificar mas não consegue e desiste, desiste porque é cobarde , desiste porque deu o que tinha a dar.

Mas nós somos assim, quem é verdadeiro é diferente disto tudo e não tem medo de quem enfrenta duas vezes o mar profundo.

Vai até ficar, até abraçar o amigo que ele sempre  fez esperar, foi e está lá até chorar as lágrimas que um dia eu derramei. Simplesmente essa pessoa  amiga , faz parte do nosso destino e é essa que abre o teu caminho.

Costuma-se sim dizer, que amigos de verdade são aqueles que estão no céu, secalhar é bem verdade!  Existem também os que estão cá na terra que suportam cada felicidade, que se aproximam de ti sem qualquer vaidade, como tu fosses a pessoa mais importante do mundo e que te dão a mão quando mais precisas.

Ser claro é a palavra certa de um amigo para com o outro e eu admiro muito essa ideia, não existe pior amigo que um inimigo há tua frente e para ser honesta, amigo não é motivo de ferir os outros, se alguma vez isso te aconteceu desiste dessa amizade como eu um dia o fiz.

 

Publicado em 18 comentários

Minha vida uma falha!

Pois é meus queridos amigos nossa vida, ou minha vida é simplesmente uma falha.

Não é nenhum conto de fadas, como nas histórias de encantar.

Porquê ?

Porque vivemos sempre na esperança de encontrar o melhor caminho a seguir.

Conto isto, nesta estrada não há mais nada que a desgraça, e o conto de fadas, [ só falta o príncipe encantado 🙂 ] isto porque não existe nada se não as pedras no meu caminho. Assim será o meu destino, e eu não quero acreditar. Quero ver tudo para além do mar, só quero o meu mundo e o dos outros o seu bem estar.

Mas a vida ensina-nos a pisar erros e o que para além de nós um dia queremos mudar. Vida é um “conto de falhas” como se diz e para além do silêncio esta não me diz absolutamente nada. Vida difícil esta que eu não sei onde vou chegar.

Tenho tanto ainda para viver e contar e não sei nem acredito em cada olhar. As pessoas são o que menos esperamos neste mesmo mundo, cada vez é mais impossível acreditar. Mais tarde somos nada mais, nada menos, que meros abutres ou meras sombras, que só estamos cá por estar.

Tenho medo do que pode acontecer, não quero realmente ceder a esta angústia, a estas cinzas e a este mal estar. Quero sim, acreditar que isto um dia vai melhorar, nada falha se tivermos bem connosco mesmos. Mas será esse mesmo o segredo?

Que faço eu neste pensamento, se a vida não é mais nada que um enredo, um momento, uma passagem, uma historia e um conto para eu declarar.

Vida difícil esta que a cada instante é só defeitos, temos mais uma estrada a percorrer, mais uma desgraça para contar ou recorrer? Se for para doer que seja agora não depois! Eu terei sempre os mesmo deslizes para contar, as mesmas anedotas para reaver, os mesmos momentos para antever e claro  as muitas histórias para propalar.

Sou muito nova para rever, tudo que já passei.  Que vida é esta que eu já amei,  já cuidei e já me desafiei ?

Tudo foi por água abaixo, como caísse tudo ao chão.  Enfim é sem dúvida alguma, tudo que eu nunca imaginei em vão e para dizer tudo, nada mais a declarar tenho a dizer mais uma coisa. Que vida madrasta eu estou!

A vida é decepção, a vida é ingratidão, vivemos cada vez mais com pessoas desagradáveis, vivemos em diferentes sectores e em cada nível de vida. As falhas e os fracassos são cada vez mais tangíveis , transponíveis, outros não.

Contudo acredito, que nenhuma falha é para o resto da vida.  Dizem que quando chegamos ao fundo do poço, subimos uma escada e quando se fecha uma janela abre-se uma porta. Por isso, temos de acreditar nisso mesmo .

O conto de fadas insiste no “Felizes para Sempre” e o Conto de Falhas no “que é eterno enquanto durar!”

Então digo, insiste, persiste e nunca desista do que te faz realmente feliz.

A vida que eu escolhi

Publicado em Deixe um comentário

Marca uma imagem de ti

Uma imagem uma marca

Sabes o que é marketing pessoal, não? Eu explico marketing pessoal é um termo muito pouco falado hoje em dia, mas que eu acho bastante importante para a tua vida. Não podemos nunca nos esquecer, a nossa marca é o que queremos passar e transmitir aos outros, a nossa imagem é o que realmente somos para os outros e o que sabemos transmitir.

Peculiar certo? Sim é, nós temos de mostrar ao mundo as nossas emoções, temos de mostrar que temos garra, que temos desafios, objectivos e muito mais a imagem que temos dentro de nós.

Aponta, a nossa nota é muito importante, o que transmitimos é indispensável e o que temos e queremos transmitir é nada mais que aquilo que somos.

Nem toda a gente é igual a ninguém e na nossa vida, nas nossas histórias, nas nossas memórias, existe um ser perfeito mas, quem daqui é completamente perfeito?

Conhece-te, envolve-te marca presença, mostra os teus caminhos e eleva-te para o futuro é o que o livro “Marketing Pessoal” de António Medeiros e outros gestores conta.

Por palavras minhas, este ensina-nos a diferenciarmos, a conhecer-nos, a saber distinguir os nossos valores, missões e as nossas atitudes perante a sociedade.

Mostra realmente um modelo que podemos seguir para aplicar em empresas, mas eu associo o livro a tudo e para tudo, como as nossas vivências, o nosso dia- a dia como os nossos perfis profissionais.

Como no diz cada autor, cada um de nós é único, tem características e atributos próprios. Vive com imagens, com a imaginação de si e na imagem que projecta aos outros e queres mesmo saber, não te importes com isso.

Alguém um dia vai-te dar valor.

Mas que valor de marca temos nós para com os outros? Só nós o podemos dar. A Diferença é a solução, temos de nos diferenciar, criar soluções, desenvolver a nossa própria marca, ter auto- estima, não permanecer na monotonia, no medo e na insegurança de sermos quem somos.

Sinceramente, somos que nem um produto ou uma marca, temos algum plano? não sei, mas podemos um dia o fazer. Cada um de nós é uma marca se somos o produto mais importante? Talvez um dia seremos!

Pense em si, pense na forma como conduz a sua vida, liberte-se dos seus medos, mostre-se capaz, traje os seus projectos futuros  e conduza o melhor que há em sua vida. És tu que tens de traçar caminhos, que tens de dar ao litro e conta do teu destino e principalmente, és tu que tens de mostrar os teus passos a dar e a tua marca fazer a desejar.

O sucesso constrói-se de dentro para fora todos os dias da nossa vida, a confiança ganha-se, o trabalho acontece, o sucesso está em ti.  Cada um de nós basta querermos e as coisas aconteceram, com tempo, mas no fim somos genuínos e coerentes naquilo que fazemos.

Concluindo, não procures esconder as coisas um dia tudo se vai descobrir, o homem vale tanto como o valor que a sua marca pode dar de si próprio.

A grandeza da minha vida é distinguida pela minha capacidade de sonhar.

 

Ps: Gostaria de saber a vossa opinião, achas-te um produto de sucesso, uma marca de valor?

Publicado em 4 comentários

Não consigo falar de amor

 Amor

Respeita-me só assim terás mais uma vez nos teus braços.

Apete-se escrever tudo  o que sinto  meu amigo se tudo o que digo ė distinto o que estás para aqui a fazer comigo se não intimidar cada vez mais o meu destino? Não consigo falar de amor.
Respeita – me como eu respeito a ti,  não queiras impor frases que não sabes o que estás a dizer nem a condizer.
Não ponhas limites onde não existem ,  porque também não existe limites para o perdão, não venhas  gramar a minha auto motivação .

Porque eu afasto-me daqueles que não merecem o meu perdão, daqueles que estão sempre a olhar para o chão e estão sempre a reclamar de tudo sem fazer qualquer união e responsabilização. Se o teu motivo desistir ou fazer desistir, então porque não desistes tu  se a vida ou a pessoa já não te faz lutar vai para outra que realmente te saiba amar.

Mas eu digo – te mais meu menino assim terás o teu destino e quem sabe eu encontre algo melhor para mim.
Não me diga o que é certo, porque para descobrir eu preciso errar. Não me mostre o que espera de mim, Porque eu penso e seguirei meu coração. Não me faça ser quem eu não posso ser, porque eu sei e tenho minhas limitações.

Não me faça ser igual a ninguém

Porque eu sou diferente e tenho minha identidade. Não me ames pela metade, porque eu sou e tenho corpo e alma. Não me venha com mentiras, porque sei e tenho minhas verdades.
Deixa-me ser livre e sonhar! Porque eu sei voar e tenho meus pés no chão. Deixa-me ser! Porque eu sei que estou  a precisar  do melhor para mim. Me deixa encontrar caminhos! Porque estou a seguir uma estrada.

Sou, estou, serei e estarei assim: Às vezes leve como uma brisa, ás vezes forte como um tufão. Depende de quando, como e onde  me vê e verá passar, não encontro mais destino se não aqui onde que quero estar.
Não sei falar de amor mesmo pois não encontro caminho, se tu próprio não tens futuro quem sou eu mais para te amar.

Publicado em 3 comentários

Sempre como dois adolescentes

Adolescentes

Desde que te vi pela primeira vez achei que era para sempre, adolescentes, mas agora der-repente observo que nada é para sempre. Quando eu te vi pela primeira vez, não pensei imediatamente “vou amar este rapaz para todo o sempre”, mas agora que tudo passa e existe cada vez mais gente será que gosto de ti sempre?

Foi o fato de te ouvir, o fato de seres diferente que meia doente fiz-me ao presente. Não perdi tempo contigo e foi ardente .  Os teus movimentos, os teus lábios pareciam uma dança que eu já tinha aprendido antes e me tinha esquecido consequentemente.

Ao fim de alguns dias ou umas horas, tudo em ti me era familiar e era como se já te conhecesse desde sempre. E a apatia deu lugar ao entusiasmo. Lembro -me de ter olhado para as tuas mãos e ter achado que eras um homem mais quente. Aquele que me levava para lugares que só se via com sol poente.

Queria que esses dias não acabassem nunca . Que o sol decidisse tirar férias e as palavras nunca se esgotassem com o cansaço e o sono. Que nada nem ninguém estragasse o meu tesouro. Mas nada é como digo ou ouro, nada é como aquele dia que podias mudar a minha vida e declarar que  apesar de ter tentado não pensar que te podia amar para toda uma vida merecida, e por mais que eu tenha movido montanhas, silenciado tambores e desviado marés… a verdade é que não consigo evitar apaixonar-me por ti para sempre como sempre fomos dois adolescentes.

Publicado em 9 comentários

A vida que eu escolhi

Porque faço sempre as escolhas erradas? Como é possível que nada do que eu escolho dê certo?

Planeei tudo ao mais ínfimo pormenor, e mesmo assim saiu tudo errado. Serei eu o problema?

Será que sou eu que sonho demais? Imagino coisas que não não se adequam à realidade? Planeio a minha vida com base em ideais que são meramente irrealistas?

Dado o azar que tenho, chego a preferir não escolher nada e deixar a vida acontecer.  

Já alguma vez se sentiu assim? Na verdade, deveria perguntar: quem nunca se sentiu assim?

Nem tudo na vida acontece como idealizamos. Criamos os nossos planos e temos as nossas expectativas, seja para o percurso da nossa vida ou para um dado momento em particular, e as coisas não correm como seria esperado. Por vezes isso não altera o rumo da nossa caminhada, mas existem problemas que nos destroem por completo, se nos entregarmos a eles.

No entanto, não deve deixar de sonhar e ambicionar por algo maior, seja na vida pessoal ou profissional. Como se costuma dizer: O que você não decide, outros vão decidir por si! Mas será isso que deseja para a sua vida? Que sejam os outros a decidir? Para não ter uma desilusão ou para que depois não se sinta culpado/a se as coisas derem para o torto?

ESCOLHAS

Faça as suas escolhas, e esteja preparado para enfrentar os eventuais problemas que possam surgir. Ainda assim, nem sempre estará preparado para os imprevistos, mas faça um esforço por enfrentar os problemas e resolvê-los da melhor forma possível.

Acredito que muitas vezes o que acontece é que pegamos na lupa e começamos a escrutinar de tal forma um problema que ele se torna gigante… e todos sabemos que existem problemas que são muito mais simples de resolver do que inicialmente achamos. Não seja tão duro/a consigo próprio/a! Seja exigente mas saiba perdoar-se por aquilo que não pode controlar.

O segredo de quem sabe viver a vida está em seguir em frente, e não em continuar a queixar-se do azar que lhe bate à porta. Por isso largue essa lupa, e olhe para o problema de todas as perspetivas para o tentar resolver. Lembre-se que é assim que os outros olham para os nossos problemas, e muitas vezes têm logo solução para eles. Porque não tentar?

“Tudo na vida nos conduz para onde devemos ir. Nem sempre é fácil vislumbrarmos o nosso destino a meio da viagem.” – Deborah Smith (no livro “O Café do Amor”)

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

EVERYTHING (3)