Publicado em 8 comentários

Não existem amores perfeitos

A verdade é que tudo que é bom acaba depressa, a verdade é que tudo que a gente quis, é sempre o que mais desespera, mas no fundo tudo tem um grande fim e ninguém é perfeitamente perfeito para  mim. Eu não sou perfeita, tenho os meus medos os meus anseios, e limito -me a dizer a todos que não existem amores perfeitos.

Se procura um amor realmente perfeito, esqueça esse amor não existe , nada é esmerado, nada é apurado, puro ou genuíno. Se alguém pensa que o amor é como as histórias de embalar, em que a cada passo que dá é simplesmente só amar! Engano o seu o amor é o despertar, sim é permanecer, mas, também é doer é saber perder é ir em frente sem estremecer e guiar-se até ao caminho do amadurecer. Porque nada nada é perfeito , nada é primoroso, se alguém conhecer o seu amor realmente perfeito, que  diga, eu terei todo o gosto de  conhecer!

Nada, nem ninguém é angelical, não é que faça o mal, mas não existe alguém tão genial, alguém  que seja correto, exacto, justo e integro,  não conheço! Podem até ser correctos numas situações, justos  noutras, integrais em alturas, honestos em opiniões, hábeis em momentos, mas, no fundo existirá sempre o imperfeito, o incorrecto, o falhado o frio, o incompleto e o defeituoso por dentro. Isto porque ninguém é perfeito em cada momento. Como não existe perfeição, o amor também não, e cabe a nós decidir e traçar o nosso próprio caminho que queremos dar.

Amores existem muitos, mas sempre existirão os amores omissos, malfeitos,  os frustrados, os indigesto, os inacabados, os incompletos,  os parciais, os aguados, os sujos os defectíveis e  os desprimordioso amores. Tudo isto, porque somos diferentes, inúmeros, dispares, discrepantes e contrários. Acabamos sempre por fazer, não o que o outro quer, mas o que nós queremos e a lutar um por todos, como a ambicionar o que melhor existe em nós.

Somos e sempre seremos diversos.  Os amores são dispersos, heterogéneos, quando estamos bem, muito mais rápido estamos mal e quando estamos mal rápido estamos bem. Somos seres humanos não todos iguais, vivemos a vida que temos de viver, perdemos o nosso amor e daqueles que nos ama, fazemos acreditar todos os dias num começo de um novo fim e morremos a saber o que nunca tivemos que aprender nesta vida.

“Amor não é se envolver com a pessoa perfeita, aquela dos nossos sonhos. Não existem príncipes nem princesas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos. O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.”

Desconhecido

Publicado em 2 comentários

Vem dançar comigo Amor

A dança do amor são dois corpos juntos que se sincronizam.  Ambos tem de saber dançar, pois não basta dançar um mas o seu conjunto. É necessário que haja a troca, que haja o olhar que haja o movimento e o brilho no olhar. Amo simplesmente dançar contigo e tudo o que me faz vibrar que o som do coração que pede enlouquecido, me tira os meus pés do chão e faz-me  voar até ao teu coração.

A dança não é só  um movimento súbito em gesto musical, é sim a concentração de um momento da humana graça natural. A dança não é só pisar o mesmo chão, é pairarmos perplexos e descobrir a nossa paixão. Esta é apenas mais uma canção, onde o cavalheiro conduz a dama para uma mera melodia numa única direção.

Adoro dançar de olhos fechados, adoro quando simplesmente mostras ser um homem apaixonado e mais adoro saber que ainda existe muita musica a dançar de um jeito alternado.

O vento passa cortante e frio e com ele vem a esperança e com ele vagando, em minha mente crio sonhos que a vida alcança. tumblr_mp70vn8Uy61rmrqceo1_500A dança do amor leva-nos assim a um caminho novo, da queda de um passo de dança que procura sempre um encontro para matar a saudade de um sentimento. De tudo fica sempre grandes coisas, a certeza que estamos num bom caminho, a certeza que estamos ainda a começar e a certeza que ainda temos muitos paços de dança para dar.

Contudo acrescentamos à dança, as luzes, a alegria contagiante no ar, a musica da moda a tocar e o momento mágico que sempre queremos aproveitar. A dança é assim, um ritmo que não tem fim, exato e claro, mágico e sensato, expressando a alma e aquilo que as palavras não conseguem expressar.

Dançar a dois é arte é magia é um sentimento a declarar, é simplesmente a conexão entre dois corpos e a improvisação daqueles que queremos amar. Para mim é mais um momento de expressar o nosso coração e é amar intensamente uma pessoa num brilhar. Ter alguém que nos guie e liberte neste guião é simplesmente  a demonstração é unicamente e subposta valorização da extração de um sentimento a assegurar.

“Quando aquilo que nos vai na alma transpira pelos poros da pele, acontece uma alquimia sublime: trata-se de poesia em movimento, é a linguagem universal da alma.
Chama-se Dança e vem do Céu!”

Lucilia Bahleixo

Follow