Publicado em 2 comentários

Vou-te dizer aquilo que nunca disse a ninguém"Amo-te"

Qualquer pessoa que viesse no teu lugar, não teria toda e qualquer declaração que eu quero mostrar, qualquer pessoa que tomasse o teu lugar não me faria cada vez mais lutar. Amo-te como nunca amei ninguém, amo com todas as forças do além para voltar a continuar ,e amo, mesmo sabendo que tudo um dia poderá ser apenas e só a mágoa que vou mostrar.

Não sei  realmente me declarar, nunca digo que amo se não  realmente me interessar e nunca falo de sentimentos se eles não querem lá chegar. O que vejo é que tu tens outro tipo de amar que eu não creio que isto me faça acreditar. Mas eu amo-te e nunca disse isto a ninguém, amo tudo que é verdadeiro e sincero, amo e não sei como amo, amo-te simplesmente, sem qualquer problema ou orgulho .  Amo-te assim porque não sei amar de outra maneira.

Eu só sei que amo um dia atrás do outro, e acho que este amor já não tem jeito, por mais que eu ache que por vezes mostres a tua pior frieza, e que me vejas muitas vezes como apenas mais uma faceta.  Mas eu amo, amo e não sei como negar, existe palavras que tento esconder, mas todas elas são descritas num só olhar. Amo porque sempre odiamos as mesmas coisas mas não paramos de lutar, amo mesmo que seja impossível acreditar, e  amo porque faço e acredito sempre naquilo que me faz interditar.

Uma vez ouvi que quando alguém diz ” eu te amo” , está a fazer uma promessa com o coração, e eu não digo que não, eu só quero nada mais que sentir o teu momento e a tua canção, e principalmente sentir alguém que me ame muito mais que eu amo a mim e me fortaleça a sua contenção , sem rodeios, sem medos, com e simplesmente com grande convicção.

“Eu te amo independente do amor . Eu te amo quando considerar errado amar. Eu te amo quando for proibido, quando me deixarem, quando você quiser e principalmente quando não quiser e precisar . Quem sabe você precise do meu amor tanto quanto eu preciso te amar.”

Tati Bernardi

 
 
 
Follow

Publicado em 2 comentários

Amei-te quando era adolescente amo-te no presente

Meu amor não tenho palavras para descrever o que vivemos desde quando fomos dois adolescentes. Vivemos momentos inseparáveis, momentos que nunca esquecerei e momentos que ainda acreditarei. Adolescentes fomos nós, sem qualquer senso e sem qualquer cumprimento, vivemos sempre o momento com  vontade, na gratidão e tive sempre a ti para me dares sempre a tua aptidão.

Seguimos como uns miúdos que viveram do perdão e não fazíamos a mínima ideia do que era a vida sem qualquer união. Apenas eramos dois jovens que andávamos a descobrir o amor, nem sabíamos realmente o que era a dor, a dor de amor.
Tudo o que mais queríamos era sim, viver a vida no paraíso, sem qualquer preconceito, sem qualquer defeito, e sem qualquer compromisso.

Neste momento, vivemos o presente mais  do que simplesmente, achamos que este querer e desejo é cada vez mais ardente, mas nada é igual ao que era antigamente.
Perduramos por cada instante em cada segundo, cada ano e cada minuto, a lembrar o passado que ficou para trás e a fazer cada vez mais para a nossa relação sempre conservar. Nada é mais bonito que ver os anos a passar!
Mas nem tudo são rosas, nesta vida temos as nossas lutas, as nossas discussões e as nossas angústias. Somos nada mais,
nada menos, que dois vínculos que acreditam que o amor vale a pena durar.

Amo-te no presente e quando era adolescente, amo-te quente e frio, apaixonei-me hoje e sempre por alguém que altamente divergente, mas, que sabe além de ser bastante diferente, amar, beijar e proporcionar algo bastante coerente. É difícil dizer não, para alguém que tanto conhecemos e muito mais difícil é deixar alguém magoado alguém que já tinha sido nada mais que nosso passado.

Se este amor vai durar, eu não sei, só sei que o que interessa realmente é o presente, algo que agora sinto adurente, algo que me dê mais prazer, encante e me alimente.
A verdade, é que o passado já passou, interessa agora é mesmo tudo que é vigente, o amor que é vivido, apetecido e nada mais que aprazido, claro e expressivo.
A verdade, é que eu amei-te quando era adolescente, amo -te no presente.

 

 

 

Publicado em Deixe um comentário

Sentimentos decidem as minhas opiniões

A saudade é um pouco como a fome, mas é ela que nos leva aos sentimentos que eu precinto desde que entrei no coração de um homem. Serão os sentimentos que decidirão ou não a minha opinião? Acredito que por detrás de um grande sentir existe sempre alguém que nos dará toda e só uma razão.

Não sei dizer não àquilo que realmente sinto, não sei ser uma pessoa sem alma e coração, não sei realmente ser uma pessoa sem dar qualquer opinião. Tudo que sinto digo, não minto, tudo que vejo olho com olhos de ver, e tudo o que eu digo são todos os sentimentos que tenho a dizer, sem qualquer preconceito, sem qualquer defeito e sem qualquer intelecto.

A minha opinião sobre o que sinto está descrita toda ela numa simples razão. Quando amamos alguém e esse amor não é correspondido o melhor que temos a fazer é não fazer nada. É inútil sentirmo-nos completamente perdidos e ir atrás de quem já nos quer mais que por um vencido. Os sentimentos são uma surpresa, nunca foram qualquer caridade, vivemos na esperança de ser amados por vezes por alguém que pouco faz a nossa vontade.

Procuramos sempre ser amados, mas esquecemo-nos de ser realmente compreendidos, mas será isso realmente o nosso objetivo? Vale a pena discutir por ciúmes, vale a pena cada um seguir o que gosta e esquecer os planos de que não gosta, será que vale a pena discordar sempre de várias opiniões se a pessoa não gosta da opinião do outro, nem de frequentar o mesmo lugar, para quê perder mais tempo. Se o que se tem não é amor é simplesmente um querer, um desejo, uma infantilidade que poderá ser nada mais que um simples detento.

O amor é exigente eu sei, ele não é perfeccionista, muito menos é para ser compreendido. Não existe explicação, não existe qualquer palavra que descreva o que é o amor e por isso, acho que serão os nossos sentimentos a decidirem quem estará a nosso favor e digo isto porque, não é que tenha a  razão, mas é para aqueles que sentem, que mudam, que vão atrás do que têm, do que faz bem, da sua opinião e daquilo que os contém, como vão atrás daquelas pequenas coisas que realmente o amor tem.

“Ame quem te dá amor, cuide de quem te cuida. Parece simples, mas a maioria esquece isso o tempo todo”.

Sentimentos Inversos

Publicado em 1 comentário

Exigente só para mim

Vivemos num mundo cheio de esperanças, onde os que ensinam são os professores, os que sabem mais são os doutores e os que fazem mais são os produtores. Somos um mundo de exigências, de grandes conveniências, de grandes matemáticas e grandes problemáticas. Somos o mundo de rodeios e anseios, procuramos sempre as grandes oportunidades e somos interferidos sempre pelas tempestades.
Temos de ser exigentes, a vida não depende dos outros, mas de todos nós.  A vida exige que o ser humano seja feliz, mas infelizmente nada muda, nada é igual ao que era a uns anos atrás. Vivemos das esperanças, das exigências, dos conselhos dos outros, e nada fazemos para mudar. Somos aquilo que plantamos e colhemos, somos aquilo que toda a gente vê, mas não sente, só nós sabemos de nós próprios e do que realmente queremos ser.
Lutamos sempre por aquilo que nos faz feliz e esquecemo-nos dos nossos limites e velocidades, acreditamos que nem tudo são rosas, é realmente difícil se amar. Não, não sou qualquer musa, que faz tudo da criação cientifica ou artista, não tenho dons, adoraria saber pilotar, adoraria saber tocar ou mesmo saber filosofar. Sou apenas eu, exigente para mim, que tem sempre vontade de aprender algo novo, que vive sempre na esperança de conhecer um novo povo e que sonha com algo como Porto Covo.
Exigente para mim, não respiro o perfeito nem a perfeição, apenas procuro sempre mais e sempre a evolução e a afinação, sou mulher que por mais que digam “não”, vou sempre pelo caminho da minha intuição. Escrupulosa e complicada, levo a vida às vezes um pouco afastada, porque nem sempre é fácil acreditar nesta estrada. São bastantes obstáculos a ultrapassar, são muitas vezes abrir a mente para respirar e outras vezes a acreditar, tentar para não correr o risco de desmotivar.
O inicio é sempre difícil de conseguir, os obstáculos são muitos a percorrer, mas sei, que no fundo é sempre algo e sempre será uma maneira de eu crescer. Contrafeito tudo e todos, não sou nada como os outros, sou sempre exigente para mim e mais abrangente para os outros. Se sei cuidar de mim? Talvez, talvez um dia aprenda o que é estar viva e o que vim aqui fazer. Agora, é hora de rivalizar, de aprender e amadurecer sem qualquer distúrbio um dia aparecer, sempre fazendo o melhor todos os dias.
“Só hoje fui capaz de perceber que o que vier a mim, virá por mérito meu, sem pressa, exigência, formalidade. Aos poucos a gente aprende que a vida só é bela vista por bons olhos. Os meus? Se são bons, eu não sei, mas tudo me faz bem, eu tô zen. Desculpa decepciona-lo, mas com a vida, meu amor, levo em banho-maria, que a nossa relação seja um laço sem nós. E que assim se faça entender”.
Sophia Brandão
 
 

Publicado em Deixe um comentário

Não quero ser mais uma mas a única

Não quero ser a rapariga que tu tens ao teu lado quando te apetece e quando precisas, mas quero que tu me vejas como a única pessoa capaz de te fazer sorrir, rir sem intenção, caminhar contigo lado a lado sem intuição, a que estará sempre ao teu lado nos momentos mais cruéis, mas também nos momentos mais fiéis.
Quero acordar contigo todos os dias ao teu lado, quero que te lembres de todas as nossas saídas e nossas vitórias e que sintas o quanto gosto de ti. Simplesmente não quero ser mais uma, que se veja ao espelho como nunca que imagine mais uma que passou na tua vida e não deixou pegadas no teu coração. Quero sim, ser a única a única mulher que tu tens para amar, aquela que jamais tu irás deixar e aquela que tu queres um dia ficar.
Eu preciso dessa esperança e que tu fiques, preciso de ti e tu de mim para amar, preciso perceber o quanto tu já me amaste, me amas, e não pretendes esquecer. Preciso que me prometas que irás sacudir cada vez que já não penso em nós, a minha alma e que me proporciones a tua calma. Quero sonhar, porque sonhar não é impossível, quero lutar porque lutar é para quando é fácil ceder, quero vencer todos os obstáculos impossíveis contigo e negar quando a regra é vence-los, quero voar no implacável, quero tocar no insaciável chão, não me interessa se é complicado vencer ou não, o mais importante é um dia elevar o teu coração e permanecer nele até concederes a tua comunhão.
Nesse dia que acontecer e todas as guerras que um dia terei de percorrer, deitarei-me no teu leito e no meu perdão, vou saber que valeu a pena lutar pela tua paixão e assim sem nada a temer, saberei o dia do fim ou da finita aflição e mais uma vez o nosso amor nascerá como nasce uma flor a brotar do impossível chão.
Hoje, percebo o quanto tenho de ser feliz, correr atrás dos nossos sonhos e torna-los reais porque eu quero ser a única, a única pessoa que mostra a outras o quanto é ser feliz. Cansei de ver e sentir que sou a tal, de amar pela metade de viver contigo pela metade e de quem nunca serei a única pela verdade.
Deixa-me aceitar o caminho do amor e viver tudo como se fossemos um casal de verdadeiros apaixonados, esquecer tudo o resto e viver intencionalmente um novo mundo, um novo futuro e deixar tudo novamente supramencionado.
“Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde, amo-te simplesmente sem problemas nem orgulho: amo-te assim porque não sei amar de outra maneira”.
Pablo Neruda


Publicado em 1 comentário

A liberdade nos teus sentimentos

Procuro simplesmente a minha liberdade nos teus sentimentos, podem dizer que tu não és a pessoa certa para mim, que eu não sei amar ou que não serei feliz contigo porque nada mais me importa além de ti. Só eu sei quem realmente se importa, sempre se importou, quem realmente mostra o que é o amor, e quem realmente me faz feliz.
É na liberdade dos teus sentimentos que encontro a minha segurança tu és o meu porto de abrigo e é nele que penso todos os dias. Secalhar sou daquelas pessoas que se mostra mesmo apaixonada, mas foi em ti que procurei a liberdade para amar , a liberdade dos sentimentos, a liberdade de viver , a paixão que nunca achei, a liberdade que sempre esperei, aquele que me completa e aquele que faz de mim uma poeta .
Acontece que secalhar têem razão de eu amar demais, e amar demais é amar muito mais que ontem é amar todos os dias, é enfrentar o ódio a indiferença o desprezo e é sobretudo lutar pela gratidão, pela compaixão de ter alguém que realmente nos ama.
Mas, há quem diga que quem ama muito tende a ser mais ingrata,secalhar até teem razão os filhos que são mais amados dão mais trabalho quando crescem, e os namoros quando realmente se amam acabam muitas vezes na pior maneira possível. Acredito que sim, mas também acredito que quem ama volta, esquece as tristezas e vive tudo novamente.
Os sentimentos são sempre uma surpresa nunca foram uma precariedade, somos donos dos nossos atos mas não somos donos dos nossos sentimentos. Não escolhemos quem amamos, simplesmente ele acontece e depois não é fácil libertar e é a partir do momento que fazemos as nossas escolhas que somos obrigados a  viver com as consequências delas, sejam elas boas ou ruins. Se realmente se ama uma pessoa procurasse a liberdade dentro dos seus sentimentos e deve-se perceber e aceitar como realmente ela é.
”  Pela liberdade e pela honra, pode-se e devesse arriscar a vida”
Miguel de Cervantes </a
Blog 8 - Cadastro de Blogs


Publicado em Deixe um comentário

Ao teu lado é tudo mais simples

Antes eu estava bem sozinha, não me importava com a vida, nem sequer em encontrar alguém, era tudo diferente. Hoje é tudo mais simples, tudo mudou, dividir a vida com alguém é mágico e eu necessito do teu sorriso para sorrir também.

Pensando bem, chega-se realmente à conclusão que não existe uma pessoa completamente certa para nós e existe sim  a pessoa errada e é essa pessoa errada, complicada , que no fundo faz as coisas mais simples  e é aquela pessoa que nós passamos a vida a procurar como é aquela que tira a nossa respiração e que dá o amor mais certo e verdadeiro que nós podemos imaginar, simples assim.

Reflectindo bem, devemos sempre acreditar no amor, nós não fomos feitos para a desilusão muito menos para o sofrimento e se estamos realmente a sofrer então é porque não estamos com a pessoa certa ou que chamamos de “certa” para nós.

O amor procura sempre a simplicidade e dificulta-lo é maior asneira que devemos fazer. Precisámos sim de procurar o equilíbrio, não a dificuldade pois as coisas simples da vida vê-se, sente-se e principalmente imagina-se.

O amor bom, é tudo isso e muito mais é simples é mágico e só acontece se encararmos os nossos próprios medos, vencermos os nossos próprios obstáculos e enfrentarmos a nossas próprias rotinas. O amor é assim, simples,  como eu, como tu e como todos nós  é a pura inocência que tenho,  é um sentimento cheio de esperanças,  procurado, sentido, amado e acima de tudo necessário.

Tudo isto é o que sinto por ti quando estou contigo, esse amor bonito tem de ser vivido, reconhecido, sem nenhuma dificuldade, sem nenhum impedimento e muito menos sem nenhuma objeção. O amor quer-se com paz, tranquilidade em que as discussões acabam em abraços, os momentos em pequenos beijos e o viver da vida de forma mais pura e vital.

“ Tudo o que é verdadeiramente sábio é simples e claro.”
Máximo Gorky

kk

Publicado em 4 comentários

Antes de encontrar o amor

Sempre fui egocêntrica, fria e meia orgulhosa, eu diria que sempre procurei não precisar de ninguém, talvez até seja um defeito meu, ou mesmo uma grande qualidade … Enfim,  nunca fui atrás de nada nem de ninguém e muito menos para encontrar os meus pertencentes. Mas, existe um dia que tudo muda e eu precisarei de alguém. Destas poucas palavras ditas, quero mostrar-te realmente quem eu sou agora e dizer te  que se eu te procurar, significa que tu és realmente importante para mim.

Antes de encontrar o amor as pessoas fogem das suas emoções e não sabemos que muito do nosso bem estar, está ligado a elas e à forma como lidamos com os nossos sentimentos, como, também, nas atitudes que tomamos em determinadas circunstâncias. Antes de encontrar o amor vem o medo, o anseio, a angústia e temos realmente medo de amar porque o amor é mesmo isso a insegurança.

tumblr_m8ia8c30UV1rbqkcoo1_500_large

Antes de podermos amar, começamos por ter medo do sofrimento, medo de ser fraco, por perder, por falhar e vivemos numa sombra de sentimentos a se quererem expressar. A pessoa tem a naturalidade de sair, correr, tentar escapar e faz de tudo para se libertar mas depois não tem como se salvar. Sentimos algo mais forte que nós mesmos, algo tão duro e sacrificável e difícil de deixar .

O amor é veneno é algo que nos pode mudar, algo que não nos deixa respirar, é a convicção é a emoção e nada nos pode realmente afastar. Mas não devemos tentar sair ou mesmo demolir, devemos ser diferentes dos outros, devemos ser nós mesmos e encontrar alguém que goste de nós como realmente somos, pelos nossos defeitos, pelas nossas qualidades, lembrando que existe uma razão para tudo isto acontecer, e essa razão está na nossa emoção de sentir e na nossa emoção de viver.

“Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade”.

Georges Bernanos

 
Copy-of-Learn-to-code-728x90 (1)


Publicado em 2 comentários

Amar é muito difícil sim!

Ninguém disse que era fácil amar, depois de ver os braços torcidos, das olheiras mais profundas e das lágrimas a derramarem sobre nós como quem vê viscosos vultos.
Que não digam que amar é fácil porque estão a mentir, nunca vi um sentimento tão profundo e tão árduo como o amor.
A palavra “amar” é um sentimento entre várias emoções e nenhuma delas é fácil de sentir, muito menos de acabar. É impossível logo amar uma pessoa!
Amar é algo que tenho medo de perder e ao mesmo tempo de conquistar, como é alguma paz que o mundo tira e não deixa lá ficar.
Amar é muito, muito difícil sim!
Todos nós queremos amar, mas não sabemos é como amar. Maior parte das pessoas procuram o amor para dar resposta às suas necessidades, até aqui tudo bem ! Existe  a paixão, a compaixão, a alegria e finalmente a tristeza sim a tristeza! É na tristeza que realmente sabemos quem nos realmente ama e é com ela que aprendemos a realmente a amar.
Amar não é fácil e quanto mais insistimos mais  o sentimento se torna irritante, desinteressante e não conseguimos superar as dificuldades que nos podem surgir.

tumblr_lauo90XmoW1qb1z7ko1_400_large
O amor é mesmo assim, um mapa cheio de opções, quanto mais o conhecemos mais confusos ficamos, mais perdidos nos encontramos e mais lamentáveis ficamos.
O amor é difícil!  É difícil  manter uma pessoa para o resto da vida, é difícil investir, é difícil acreditar que tudo vai dar certo, e é difícil sobretudo não desistir de amar. Contudo é mais fácil amar do que ser amado, é fácil passear com as pessoas mas difícil é entender que essas mesmas pessoas podem não te aceitar como tu és e mais difícil ainda é saber que realmente tu és amado e não amar.

O amor é complicado , duro, fatigante, trabalhoso e mais duvidoso quando
fecham a cortina,  o outro fica diferente e quando alguém permanece ao lado de quem já foi embora.  Tudo isto é incerto é incompreensível, é fazer acreditar que não tens mais ninguém para te apoiar do que o teu grande amor. Mas, no fundo amar faz-nos bem e devemos sim primeiro amar-nos para depois amar os outros, e nada mais que o tempo para nos mostrar isso mesmo.

“Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver”.

Dalai Lama